terça-feira, 31 de maio de 2011

Homem Azul, Mulher Prata e Gripe - Eles Existem e foi efeito de um remédio: Prata Coloidal (com video)

Gripe A - Paul Karason, de quase 60 anos, é o Homem Azul


Homem Azul, Mulher Prata e Gripe - Eles Existem e foi efeito de um remédio: Prata Coloidal (com video)

Por Marise Jalowitzki
31.maio.2011
http://t.co/BKdBzrj

Incrível, mas isso existe! E é fruto de um remédio que, pasmem! - ainda é oferecido em alguns sites como...otimizador da pele!

É a prata coloidal.

A "Mulher Prata" nunca casou, nem tem filhos, sempre foi vítima de preconceito. A cor prata na pele, outras vezes cinza, assusta as pessoas, que acreditam que ela tem uma doença contagiosa. Começou quando pequena, como efeito colateral do uso de umas gotinhas contra constipação nasal! Olha só! O tratamento durou vários anos.

Gripe H1N1 - Rosemary Jacobs, atualmente com 67 anos, é a Mulher Prata - usou prata coloidal para tratamento de constipação nasal


O "Homem Azul" hoje já não dá entrevistas, está com um câncer e alterações neurológicas. Os médicos ainda não sabem se é decorrência do uso da prata coloidal, que ele também usou por muitos anos.

O nome da doença: Angyria.

Usado como Cosmético

O farmacêutico Mauricio Pupo ( http://www.mauriciopupo.com.br/ ), que aparece neste video, alerta a quem compra sem prescrição e acompanhamento médico, produtos dermatológicos, já que a prata coloidal vem sendo utilizada, também no Brasil, como creme cosmético. Justamente na pele, onde causa mais efeitos.




Usado contra a Gripe

Agora, olha a outra indicação:  contra a gripe, especialmente para a H1N1. A notícia consta do Jornal Pravda, da Russia, e a matéria vem assinada por Babu G. Ranganathan. 


"A melhor defesa contra influenza suína, ou qualquer influenza, é um remédio antigo conhecido como prata coloidal. O coloidal só pode ser feito com água destilada e pode ser consumido seguramente e usado no corpo.

Bactérias e vírus não podem desenvolver resistência a prata coloidal.

A Prata incapacita uma enzima vital e mecanismo em todas as bactérias patogênicas de forma que elas não podem sobreviver. É bom tomar algumas colheres de sopa de prata coloidal para manter a saúde, mas só deve ser tomada se estiver com algum tipo de doença por bactérias, vírus ou fungo.

A Prata coloidal apresenta melhores resultados na defesa contra os efeitos secundários da influenza H1n1.

A Prata coloidal era bastante utilizada na medicina até os anos 30 do século passado. Porém, como era caro de se produzir, naquela época, e com o advento dos antibióticos, deixou-se a prata coloidal de lado. Porém, agora, muitos germes desenvolveram a imunidade e resistência aos antibióticos.

Não há, no momento, nenhuma vacina segura contra a influenza tipo H1N1 e como se trata de um vírus híbrido de várias espécies de vírus, fica ainda mais complicado obter uma vacina segura.  

Se você tomar a prata coloidal lembre também de consumir regularmente iogurte, pois o tratamento com prata coloidal também destrói as bactérias boas nos intestinos."




Prata coloidal tem uso controverso


Há outros sites, também, que especificam que, no caso das gripes, a dosagem é pequena e por pouco tempo, o que diminui consideravelmente os riscos à saúde.

Divulgo estas informações para que você, ao ler este artigo, tenha mais informações para tomar a decisão que lhe parecer mais justa e acertada.

Estão correndo a web várias notas sobre como obter a "prata pura", como fabricar as suas próprias dosagens (passo a passo), como administrar preventivamente...

Fica o alerta!

Os experimentos científicos são feitos à revelia da vontade dos pobres animais e os testes de novos tratamentos e medicamentos acontecem sempre, primeiro, junto aos usuários do SUS.

Divulgue aos seus, dissemine estas informações. Assim como tudo que ingerimos, convém, primeiro, se informar e questionar. Aceitar uma indicação sem nem saber o que está tomando é muita ingenuidade. Isto serve para qualquer medicamento. Leia a bula.

Volto a dizer: vale mais a prevenção! Dormir as horas necessárias, beber bastante água, comer frutas e verduras, evitar o mais possível o stress. Aqui no RS também comemos gengibre (ralado sobre a comida ou em chás), tomamos regularmente o mel, as avós fazem os xaropes. E atividade física prazerosa. Kit completo, BOA SAÚDE!


Uma alimentação balanceada é aval de Boa Saúde


Veja também:
http://compromissoconsciente.blogspot.com.br/2013/09/bebe-azul-nitrato-de-amonia-e-explosao.html

Bebê Azul, Nitrato de amônia e a explosão em Santa Catarina - Fábrica de Fertilizantes em São Francisco do Sul



Síndrome do Bebê Azul causa falta de ar e, em casos graves, pode levar a morte, Contaminação vem pela água.


Por Marise Jalowitzki
27.setembro.2013



Marise Jalowitzki
Compromisso Consciente



compromissoconsciente@gmail.com

Escritora, pós-graduação em RH pela FGV,
international speaker pelo IFTDO-EUA
Porto Alegre - RS - Brasil

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Pesquisa sobre gripe: Médicos mudam tratamento quando os doentes são eles


Gripe - Pesquisa aponta que médicos decidem de forma diferente quando os infectados são eles
Pesquisa sobre gripe: Médicos mudam tratamento quando os doentes são eles


Por Marise Jalowitzki
30.maio.2011
http://t.co/JPazae9

Com a chegada do inverno no Brasil, aumentam os casos de gripe, de diferentes matizes. Os vírus andam soltos e o melhor caminho sempre é a prevenção. Ambientes arejados, bom sono, boa alimentação, evitar o stress o mais possível, exercícios. Além das vacinas, recomendadas até pelos órgãos de saúde oficiais e que recebem controversas opiniões sobre sua eficácia.

Idéias à parte, quero divulgar resultado de pesquisa realizada na Universidade de Duke, nos EUA e liderada por Peter Ubel. A publicação aconteceu na revista “Archives of Internal Medicine”, da Associação Médica Norte-Americana e mostra que os médicos tomam decisões diferentes quando os infectados são eles.

A pesquisa foi feita através de questionários, simulando diferentes situações.

GRIPE
Uma das situações propostas contemplou a ocorrência de gripe. Foram distribuídos 1,6 mil questionários, onde o quadro era de uma gripe aviária recém-chegada aos EUA.

Sem tratamento prévio conhecido, ela
- mataria 10% dos infectados e
- obrigaria a internação de 30% deles por, em média, uma semana no hospital.

O único tratamento disponível, à base de anticorpos, reduziria pela metade os riscos da doença, mas levaria 1% dos pacientes à morte e causaria paralisia neurológica permanente em 4% deles.

Dos 698 médicos que responderam, 62,9% disseram que não fariam o tratamento se fossem infectados.

“Concluindo, quando os médicos recomendam um tratamento, eles pensam diferentemente de quando tomam decisões para si mesmos”, resume o estudo. Segundo os pesquisadores, o debate sobre como os médicos tomam uma decisão, precisa, a partir de agora, “reconhecer que o ato de dar uma recomendação muda a forma como os médicos avaliam as alternativas”.

Esta notícia não surpreende, pois sabemos que os médicos, além da tentativa de recuperar seus pacientes, também tem um compromisso com a preservação da vida.

Fonte: Universidade de Duke – EUA
(Para conhecer outro item da pesquisa, visite: http://www.tourlife.com.br/blog/?p=380 )

Gripe - os vírus se propagam especialmente em locais fechados e a melhor atitude é a prevenção

-----------

Marise Jalowitzki
Compromisso Consciente



compromissoconsciente@gmail.com
Escritora, pós-graduação em RH pela FGV,
international speaker pelo IFTDO-EUA
Porto Alegre - RS - Brasil


Susto na farmácia em Camobi, Santa Maria ( VEADO INVADIU FARMÁCIA )


Santa Maria - RS - Barragem do DNOS - áreas diminuem habitat de animais silvestres

Susto na farmácia em Camobi, Santa Maria
 ( VEADO INVADIU FARMÁCIA )

Por Marise Jalowitzki
30.maio.2011
http://t.co/Dv8WszK

A notícia foi publicada nos noticiários do estado com este título. Susto, dos humanos? E o pobre animal? Pelo menos vamos pensar coletivamente!

Este é o video a que me refiro no artigo mencionado ao final deste post, que vai junto a outro video de um boi em fuga; e relatos de outros animais que tentam alterar o curso de suas vidas, atrapalhadas pela intervenção excludente do homem. Stress nos animais é constante. Que vida proporcionamos aos nossos semelhantes!




Enviado por em 27/05/2011

Câmeras de segurança de uma farmácia, no bairro Camobi, região Leste de Santa Maria, flagraram o momento em que um veado invadiu a loja, no último dia 14 de maio. Dez clientes e cinco funcionários estavam no estabelecimento quando foram surpreendidos pelo animal, que bateu em uma gôndola e se cortou. A ocorrência foi atendida pelo batalhão da Polícia Ambiental e o veado encaminhado para o Criadouro Conservacionaista São Braz. Três dias depois, o veado morreu em função de uma hemorragia interna e estresse, conforme o ambientalista Santos de Jesus Braz da Silva.

Leia também:
 

A violência tolerada de todos os dias

São apenas animais - Boi, Vaca, Veado! - Link:  http://t.co/3qJjD9P





Conheça a Declaração Universal dos Direitos dos Animais:


Todo animal tem Direito à Vida tranquila, em sua reserva preservada


DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DOS ANIMAIS


------
 
E mais em:

Animais são nossos irmãos e tem Direito à VIDA!



Links sobre Direito dos Animais à VIDA!


DIGA NÃO AO RETROCESSO!!

Marise Jalowitzki
Compromisso Consciente

 
Escritora e pós graduada em RH, pela FGV.
International speaker pela IFTDO-USA
compromissoconsciente@gmail.com
Porto Alegre - RS - Brasil

sábado, 28 de maio de 2011

São apenas animais - Boi, Vaca, Veado! (video)



A violência tolerada de todos os dias
 

São apenas animais - Boi, Vaca, Veado!


Por Marise Jalowitzki
27.maio.2011
http://t.co/3qJjD9P


A lista que compõe situações de pânico e stress é infindável e contempla todos os tipos de animais, selvagens ou domésticos. Aqui mesmo, neste blog, já comentei sobre a égua que morreu arfando, de fraqueza e excesso de trabalho, em Xangri-lá. As atrocidades que acontecem com as galinhas, sempre, desde que nascem até que são executadas. Os pobres gansos, que são obrigados a comer gordura até morrer, com o fígado inchadíssimo, para se tornar patê. Com os porcos e vacas. Os matadouros. Os "exercícios" cruéis para domar elefantes, etc.....


Mas, hoje, quero comentar sobre as fugas, desabaladas, apavoradas, dos bichos, que irrompem em qualquer lugar para obter abrigo. Fogem do que? Do homem, o maior e mais sofisticado e cruel predador que já existiu! Fogem para onde? Para TENTAR se esconder, no afã de conseguir um lugar melhor, mais calmo e tranquilo, para viver. Sempre em vão.


Veado campeiro pede socorro e morre!
Foi em Santa Maria, no Rio Grande do Sul. A notícia só foi divulgada ontem (27), mas aconteceu em 14 de maio. De repente, o pequeno animal, novinho, entra correndo desabaladamente em uma farmácia, derruba prateleiras, cai, fica escorregando, tenta se levantar e não consegue, devido ao piso liso.


Com esforço é dominado e o encaminham a um criadouro. Três dias depois ele morre, pois não consegue resistir ao ferimentos e ao stress. Ponto. Página virada.


De que o animalzinho estava fugindo?
Quem o estava perseguindo?
Quem o feriu?
Onde o direito à vida sossegada que os animais merecem e que está previsto em lei internacional?


O caos é tamanho que devemos nos sentir ainda privilegiados por o fato ainda receber divulgação. Sim, pois para muitos isso é corriqueiro e "é assim mesmo".


Mas, não deixa de admirar a tranquilidade com que o fato é relatado e o pouco de indignação que a ocorrência faz brotar.


Vaca foge de Expointer, em Esteio
Há algumas semanas também aconteceu o desespero de uma vaca que fugiu da Expo-Inter, em Esteio, e correu, correu, mas igual foi alcançada e retornou à Feira de exibições.


Na desabalada tentativa de fuga, acabou se entalando entre duas colunas de um ponto de ônibus. Todos riram, até os jornalistas que relatavam a notícia.


Qual a dimensão do pânico que acomete os bichos para que tentem fugir, sempre e sempre de novo? Alguém, em algum momento, se coloca no lugar de um deles, do que é ser tratado como um objeto o tempo todo?


Boi invade uma loja de confecções em SP
O boi escapa de um caminhão e invade, correndo, uma loja de confecções. O dono da loja que, naquele momento, estava vazia, fica frente a frente com o animal. "Levei um bruta susto" - relata ele. "Estávamos só nós, sentia o bufo dele arfando, enquanto me olhava frente a frente. Arfando, não fez nada, não me atacou. Virou-se, entrou no espaço de uma vitrina e ali ficou, olhando pelo vidro, imóvel, por mais de 20 minutos! Foi o tempo de eu ligar e pedir socorro!"


O rapaz estava estupefato com a experiência vivida.


O enorme animal ficou ali, olhando a rua, as pessoas. Chegaram os bombeiros, que não souberam o que fazer. O boi permanecia imóvel, dentro da loja, olhando pela vitrina. Os bombeiros tiveram a idéia de chamar laçadores. E foi quando o animal viu os três homens, laço em punho, se dirigindo até ele pelo lado de fora, que ele se alvoroçou. Investiu contra o vidro, estilhaçou tudo e tentou fugir. Os homens, com os laços e prática em doma, o dominaram e ele retornou ao caminhão, seguindo para o matadouro. Ele reconheceu seus algozes, queria fugir do destino traçado.





Os animais, domésticos ou selvagens, vivem sob constante stress. Este ônus de maldade que impetramos, enquanto raça humana, a todos os nossos semelhantes, humanos ou não, reino animal ou vegetal, constitui-se em dívida difícil de resgatar. Tanta dor provocada permanece no ar, qual camada pestilenta que não se dissipa. E acaba voltando para todos nós, queiramos ou não, tenhamos relação direta ou não. É como uma nuvem. Quando rebenta, molha a todos, quem está de guarda-chuva ou quem está despreparado.


-----

Conheça a Declaração Universal dos Direitos dos Animais:

LINK: http://t.co/FSbS2vS



Todo animal tem Direito à Vida tranquila em sua reserva preservada


------

Assista ao video do veado campeiro em:
 
Santa Maria - RS - Barragem do DNOS -
áreas diminuem habitat de animais silvestres

Susto na farmácia em Camobi, Santa Maria
 ( VEADO INVADIU FARMÁCIA )

LINK: http://t.co/Dv8WszK





------
 
E mais em:

Animais são nossos irmãos e tem Direito à VIDA!



Links sobre Direito dos Animais à VIDA!


DIGA NÃO AO RETROCESSO!!

Marise Jalowitzki
Compromisso Consciente

 
Escritora e pós graduada em RH, pela FGV.
International speaker pela IFTDO-USA
compromissoconsciente@gmail.com
Porto Alegre - RS - Brasil

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Morte de Ambientalistas e Governo: Só coibiremos essa violência absurda quando acabarmos com a impunidade!

Desmatamento ilegal é causa de assassinatos de ambientalistas - Nos últimos 25 anos, mais de 1,5 mil pessoas foram assassinadas em conflitos agrários

Morte de Ambientalistas e Governo: Só coibiremos essa violência absurda quando acabarmos com a impunidade!

Por Marise Jalowitzki
27.maio.2011
http://t.co/1C9YGaV


O momento que estamos vivenciando, Novo Código Florestal e Preservação Ambiental faz com que os olhos internacionais estejam focados no Brasil, na Amazônia e no Governo e suas providências. Tem muito dinheiro investido! E a situação é altamente perigosa, atrasada, constrangedora e no contra-pé da sustentabilidade.

Os criminosos matam os que denunciam, espalham medo entre a população simples, mas, ao mesmo tempo, estão apressando as providêcias efetivas para esta chaga social.

Esperamos sinceramente que o governo cumpra o que está prometendo em sua Nota (publicada adiante).

Após a morte de três ambientalistas em uma semana, mais ameaças de morte estão sendo espalhadas. Desta vez é a agricultora Nilcilene Miguel de Lima, de Lábrea, que está na mira das ameaças. Ela é presidente da Associação “Deus Proverá”, no sul do Amazonas.

----------
Do Terra:
Assentada na região há sete anos, Nilcilene desenvolve atividades de cultivo familiar ligadas à conservação do meio ambiente, da floresta e ao ativismo social.
A rica e exuberante região de Lábrea, na divisa dos estados do Acre, Rondônia e Amazonas, tem sido palco de muitos conflitos nas últimas décadas por causa da luta pela posse terra, principalmente para pecuária e exploração madeireira.

Presidência da República manifesta “total repúdio e indignação”

Os ministros Gilberto Carvalho  (Secretaria-Geral da Presidência da República) e Maria do Rosário Nunes (Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República) divulgaram uma nota sobre o assassinato do líder camponês Adelino Ramos. Eles manifestam “total repúdio e indignação”.

Eis a nota:

“1 – Adelino era uma liderança reconhecida na região Norte do país, sendo presidente do Movimento Camponeses Corumbiara e da Associação dos Camponeses do Amazonas. Dinho, como era conhecido, morava em um assentamento do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) com outras famílias e seu grupo buscava regularizar sua produção. Segundo lideranças locais, ele vinha recebendo ameaças de morte de madeireiros da região. Na manhã de hoje, na companhia de sua família, ele foi executado a tiros no município localizado na divisa dos estados de Rondônia, Acre e Amazonas. Cabe ressaltar que ele era um remanescente do massacre de Corumbiara, ocorrido em 9 de agosto de 1995, que resultou na morte de 13 pessoas.

2 – O assassinato de Adelino Ramos merece o nosso total repúdio e indignação. Há três dias o Brasil se chocou com a execução de duas lideranças em circunstâncias semelhantes, no Pará. Hoje, mais uma morte provavelmente provocada pela perseguição aos movimentos sociais. Essas práticas não podem ser rotina em nosso país e precisam de um basta imediato.

3 – Segundo levantamento conjunto da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos e da Ouvidoria Agrária Nacional, desde 2001, já foram registrados 71 assassinatos em Rondônia motivados por questões agrárias. Mais de 90% dos casos ficaram sem punição.

4 – Imediatamente ao recebimento da notícia, entramos em contato com a Polícia Civil, com o governador do estado de Rondônia e com a Polícia Federal, exigindo a mais rigorosa atitude para investigar o caso e punir os criminosos, tanto os executores como os possíveis mandantes. É necessária uma ação enérgica e exemplar. Só coibiremos essa violência absurda quando acabarmos com a impunidade.

5 – O governo brasileiro não tolera que crimes como esses aconteçam e fiquem impunes no nosso país. Nesta semana, a presidenta Dilma Rousseff já determinou que a Polícia Federal acompanhe as investigações no Pará, numa atitude enérgica e clara de que crimes como esses não podem se tornar uma prática rotineira em nosso país. Acompanharemos de perto os desdobramentos para garantir justiça. É isso que se espera de um Estado democrático de direito e é assim que o governo procederá.”

Do Blog da Amazônia - Altino Machado

------- Leia também:


Zé Claudio e Maria, ativistas ambientais assassinados
 por defender a floresta (Foto CNS)

 Ativistas ambientais são executados no Pará e vaiados na Câmara dos Deputados quando suas mortes foram anunciadas!!!

LINK: http://t.co/gd4YmhS







Mais sobre desmatamento e violações da floresta: http://ning.it/gwfVfk

Página de Links sobre Desmatamento, Degradação, atuação do IBAMA, Preservação das Florestas e dos Animais Selvagens, Condições de vida das populações ribeirinhas, Impactos Ambientais

Preservação ambiental e dos animais selvagens


Marise Jalowitzki
Compromisso Consciente



compromissoconsciente@gmail.com
Escritora - Pós-graduação em RH pela FGV-RJ
International Speaker pelo IFTDO - USA
Porto Alegre - RS - Brasil

Morte de Dinho - mais um crime! Vão fazer uma "limpeza" nos defensores da Floresta?

Mais um ambientalista assassinado! Dinho também se despede prematuramente
 
Morte de Dinho - mais um crime! Vão fazer uma "limpeza" nos defensores da Floresta?

Por Marise Jalowitzki
27.maio.2011
http://t.co/eCHRf6X

Hoje foi a vez de Adelino Ramos. Sindicalista e defensor da Floresta, o agricultor de 56 anos era sobrevivente da invasão da fazenda Santa Elina, palco do massacre de Corumbiara (RO), em agosto de 1995. Hoje (27.maio.2011) ele vendia verduras com sua família, no acampamento em que vivia, quando foi assassinado com 5 tiros por um motocilista.

O que querem os criminosos? Fazer uma "limpeza" de todos os defensores da Floresta? O sindicalista vinha denunciando desmatamento e venda irregular de madeira, ao mesmo estilo que o casal assassinado há 5 dias, Zé Claudio e Maria. Ele, assim como o casal, também já denunciara que vinha recebendo ameaças de morte.

Esperamos que o governo tome as providências necessárias, que não instaure apenas inquéritos, e, sim, que seja mais firme com a segurança. Estamos vivendo um momento particular em termos de preservação da floresta, assim, com certeza, mais defensores estão a falar sobre o tema, até para conscientizar as pessoas simples, que são a verdadeira massa de manobra dos criminosos. E. aí, aumenta o ódio. Assim, fica muito fácil! Alguém fala, alguém mata, até o próximo!!!

MORALIZAÇÃO E RESPEITO, POR FAVOR!!!
Vamos parar com as mortes!!!

Em julho do ano passado, Dinho chegou a avisar ao ouvidor agrário nacional, Gercino Silva, que estava sendo ameaçado, de acordo com a CPT.
Os ambientalistas PRECISAM de mais segurança e proteção!

Crimes ambientais se multiplicam e ambientalistas continuam sendo mortos!

CERCO CONTRA A AMAZÔNIA - MAIS UM AMBIENTALISTA MORTO

Três dias depois da morte de um casal de extrativistas no Pará, mais uma liderança comunitária da Amazônia foi executada. O agricultor e líder do Movimento Camponês Corumbiara, Adelino Ramos, conhecido com Dinho, foi morto nesta sexta-feira por volta de 10h, no distrito de Vista Alegre do Abunã, em Porto Velho (RO). De acordo com a Comissão Pastoral da Terra (CPT), Dinho estava vendendo verduras que produzia no acampamento onde vive quando foi assassinado a tiros por um motociclista.

O agricultor vinha sendo ameaçado de morte por denunciar a ação de madeireiros na divisa entre os estados do Acre, Amazonas e Rondônia. Junto com outros trabalhadores sem terra, Dinho reivindicava a criação de um assentamento da reforma agrária na região. Segundo a CPT, a situação ficou tensa na região nos últimos dias, depois de uma ação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que apreendeu madeira e gado criados em áreas irregulares.
Em julho do ano passado, Dinho chegou a avisar ao ouvidor agrário nacional, Gercino Silva, que estava sendo ameaçado, de acordo com a CPT.

O Movimento Camponês Corumbiara foi criado após o confronto entre um grupo de trabalhadores sem terra e policiais militares em agosto de 1995, na Fazenda Santa Elina. Doze agricultores foram mortos no episódio.

Na manhã de terça-feira, os líderes extrativistas José Claudio Ribeiro da Silva e Maria do Espírito Santo da Silva foram executados em Nova Ipixuna, no Pará. Segundo a polícia, eles foram atingidos por vários tiros quando passavam por uma ponte no caminho da comunidade rural onde moravam. A exemplo de Dinho, o casal também vinha sendo ameaçado de morte.

Da Agência Brasil

------- 
Leia também:


Zé Claudio e Maria, ativistas ambientais assassinados
 por defender a floresta (Foto CNS)

 Ativistas ambientais são executados no Pará e vaiados na Câmara dos Deputados quando suas mortes foram anunciadas!!!

LINK: http://t.co/gd4YmhS





Página de Links sobre Desmatamento e violências na floresta: http://ning.it/gwfVfk


Links sobre Desmatamento, Degradação, atuação do IBAMA, Preservação das Florestas e dos Animais Selvagens, Condições de vida das populações ribeirinhas, Impactos Ambientais

Preservação ambiental e dos animais selvagens



Marise Jalowitzki
Compromisso Consciente



compromissoconsciente@gmail.com
Escritora - Pós-graduação em RH pela FGV-RJ
International Speaker pelo IFTDO - USA
Porto Alegre - RS - Brasil

Hino Nacional versão funk no Rio Grande do Sul - UMA VERGONHA!


Imagens mostram seis soldados da Companhia de Engenharia de Combate Mecanizada - Reprodução / Reprodução
Militares em Dom Pedrito constrangem com dança funk para o Hino Nacional


Hino Nacional versão funk no Rio Grande do Sul - UMA VERGONHA!


Por Marise Jalowitzki
27.maio.2011
http://t.co/3qz9uDI

Transcrevo da Zero Hora.
SINCERAMENTE? UMA VERGONHA! Com tanta música para dançar, vão zoar justamente com o Hino Nacional? 'Tá certo que quase ninguém sabe cantá-lo, mas o que isso tem a ver com o que é apresentado no video?

Espero que os infratores sejam punidos!

Não há mais respeito a nada!

Geral | 27/05/2011 | 15h27min
Carlos Etchichury, de Dom Pedrito | carlos.etchitchury@zerohora.com.br

O vídeo com recrutas fazendo uma versão funk do Hino Nacional divulgado nesta sexta-feira em Zero Hora constrange moradores de Dom Pedrito, na Região da Campanha. Pelas ruas do município de 40 mil habitantes, a versão estilizada da música era o principal tema na cidade desde as primeiras horas de hoje.

Produtor rural e proprietário de hotel e restaurante, Walter Ferrer Fernandes indignava-se pelo fato de a cidade mobilizar a opinião pública por um assunto "lamentável".

— Todo mundo se esforça para mostrar Dom Pedrito como uma cidade produtora de gente trabalhadora. Ver a imprensa destacar este assunto (o hino nacional funk) é triste — disse Fernandes.

Para Eva Portilho, assessora de cultura da prefeitura, os militares flagrados no vídeo desrespeitaram a Legislação e afrontaram à Constituição.

— São valores que a gente aprende e estão sendo desrespeitados.

Pelas ruas do município que se orgulha de ter sido palco do Tratado do Ponche Verde, que pôs fim a Revolução Farroupilha, em 1845, o radialista João Roberto, da Rádio Upacaraí, é voz destoante. Para o comunicador, a atenção da opinião pública para o vídeo dos recrutas é "demasiada":

— É um exagero a importância que está se dando para este fato.

Conforme o comandante do quartel de Dom Pedrito, Vasques Robinson Diorgenes, os militares envolvidos no episódio aguardam a conclusão do inquérito militar em liberdade.

— Eles continuam desenvolvendo suas atividades normalmente.


O que diz a lei:
Constituição Federal

É vedada a execução de quaisquer arranjos vocais do Hino Nacional, a não ser o de Alberto Nepomuceno.

Não será permitida a execução de arranjos artísticos instrumentais do Hino Nacional que não sejam autorizados pelo presidente da República, ouvido o Ministério da Educação e Cultura.

É obrigatória a tonalidade de si bemol para a execução instrumental simples do Hino Nacional. O canto dever ser sempre uníssono (a mesma altura).

Código Penal Militar


Praticar o militar, diante da tropa ou em lugar sujeito à administração militar, ato que se traduza em ultraje a símbolo nacional.

Pena: detenção de um a dois anos.



ZERO HORA

Dança do Hino Nacional na versão funk constrange moradores de Dom Pedrito

Vídeo divulgado hoje em zerohora.com mostra soldados dançando versão funk da música

---------
Incluo o comentário do Esdras e minha resposta:

Esdras v da s. pinto disse...

vc, q condena os jovens recrutas, tem conhecimento do dia dia dentro do quartel? é a maior pressão.
n devem ser punidos, é uma brincadeira.
qm deve ser punidos são os governantes q roubam o povo, são presos de manhã[qdo são] e soltos a tarde.
isto sim, é vergonhoso!
é o meu, é o seu MONEY, DINHEIRO...DESVIADOS.
N REPASSAM A POPULAÇÃO.
VC JA FOI A UM HOSPITAL PUBLICO, MORRENDO DE DOR?...OU LEVOU UM ENTE QUERIDO?
COMPARE A IDADE E FUNÇÃO DOS RECRUTAS C A DOS GOVERNANTES...
VERGONHOSO É ROUBAR O NOSSO DINHEIRO E EU AINDA TER Q PAGAR CONVENIO MEDICO C VALOR Q N É COMPATIVEL C O Q GANHO!!! LIBERDADE, LIBERDADE!!

E OS GOVERNANTES, N APRENDERAM VALORES: N PEGUE ND Q N SEJA SEU?
LIBERDAAAAAAADE, LIBERDAAAAAAAAADE!

Marise Jalowitzki disse...

A filosofia de que um mal pode ser comparado e, por isso, desculpado, é perigosa, porque corruptível.

A corrupção em que está imerso o país é um mal em si e PRECISA SER PUNIDO, sim! Políticos, sistemas podres.Com rigor.

O que não isenta, no caso dos recrutas, o que os rapazes fizeram. A brincadeira ultrapassou, sim. Que paguem em trabalho comunitário, mas, o que não é possível, é deixar passar ileso.

Tenha a certeza de que eles sabiam que estavam mexendo com um símbolo nacional importante. Fariam isso frente a um sargento? Por certo que não! E colocaram na rede? Para o mundo inteiro ver?

E as leis estão aí: Constituição e Código Penal Militar:

Código Penal Militar

"Praticar o militar, diante da tropa ou em lugar sujeito à administração militar, ato que se traduza em ultraje a símbolo nacional.

Pena: detenção de um a dois anos."

Nota - Dezembro.2011: Saiu a sentença - Os recrutas pagarão um ano em serviços comunitários.

-----------