terça-feira, 31 de dezembro de 2013

ATIVISMO E A NECESSÁRIA COERÊNCIA




Coerência ativista. É preciso saber pelo que está lutando e ser modelo e exemplo disto!!

ATIVISMO E A NECESSÁRIA COERÊNCIA


Por Marise Jalowitzki

Por ativismo entendem-se todas as manifestações de instituições formais ou de grupos independentes, ou mesmo de indivíduos sem nenhum vínculo, que decidem defender uma causa, manifestando-se publicamente, seja através de protestos, passeatas, campanhas e, principalmente, nas ações diárias. Visam sempre a mudança de uma prática social.

As motivações são bastante diversificadas e podem abarcar desde o direito ao uso pelas mulheres de topless na praia, até manifestos contra corrupção, defesa aos indígenas, violência contra a mulher, abusos com as crianças, perseguição quanto à opção sexual, a ampla defesa do meio ambiente, defesa da fauna e flora, protestos contra o consumismo, contra a crueldade, contra a exploração em todos os sentidos. Enfim, engloba toda e qualquer situação que envolva injustiça, segregação e discriminação.

Problemas climáticos estão em quase todas as pautas ativistas

Um grupo ou filosofia que se pretende sólido precisa trabalhar, desde cedo e sempre, no sentido de clarear aos envolvidos (e futuros envolvidos) quais as suas crenças, quais os seus propósitos, quais os comportamentos e atitudes esperados, anunciar a postura cotidiana, o que estão dispostos a enfrentar para obter os resultados almejados. E, é claro, delinear que resultados são estes, quais os objetivos a serem alcançados e em quanto tempo e de que forma serão encaminhados. Coerência entre discurso e ação é o que se espera, principalmente de ambientalistas ativistas!

A recente questão da prisão, na Rússia, dos 30 ativistas do grupo Greenpeace, senão a maior, uma das maiores entidades em prol da preservação ambiental do planeta, ocupou as manchetes internacionais por mais de mês. Felizmente, todos poderão responder o processo em liberdade. Eles foram presos em território russo por defender o Ártico, chamar a atenção do mundo para a devastação ambiental, preservar os ursos, combater a exploração de petróleo.

Aqui no Rio Grande do Sul, o retorno de Ana Paula foi noticiado em primeira mão pela RBS e, para surpresa de muitos, a manchete anunciava que a bióloga seria recepcionada pela família com um churrasco! Imediatamente, os comentários na própria matéria e em todas as redes sociais tratavam da incongruência. Gozação, crítica, demonização do ativismo. A contradição ficou evidente! Como assim? Defende a uns animais e a outros, sacrifica e come? Frases irônicas como: “Salvem os bovinos dos ativistas” foram replicadas e a discussão ficou mais séria em algumas páginas.

Eu defendi e torci pela libertação da Ana Paula e dos outros 29! Quem acompanha o blog sabe quantas bandeiras chamando à assinatura da petição foram expostas. O trabalho deles, em prol dos ursos e demais animais do Ártico, é louvável! AGORA, preservar os ursos e festejar com churrasco é uma ODE À MORTE!! Juro que não entendo! Não são todos animais? Qual a diferença? Porque a uns os humanos denominaram 'de corte'? É isso??? INSANIDADE HUMANA!!!”
Coloquei este comentário no grupo da entidade. O que se seguiu foi surpreendente! O que se esperava um debate amplo, ficou enfrentamento e contestação, o que demonstra o quão pouco a questão de Missão e Visão está sendo trabalhada entre os integrantes dessa instituição. A primeira resposta foi do moderador: “Eu também defendo os animais! sou ambientalista! mas não sou extremista! também como carne! sou contra os crimes que cometem contra os animais! sou a favor da sustentabilidade! sou contra a extremistas! amiga, abraço ecológico.

Realidade terrível que precisa ser amplamente debatida


Tenho todos os comentários, mas não vou me deter a isso, quero ir mais longe, o que não foi possível lá no grupo, mesmo que alguns outros amigos tenham também tentado instigar a reflexão. 

Este tema tem sido debatido entre os encontros dos dirigentes da entidade? Os resultados das reflexões tem sido disseminados entre os integrantes?

O que é “extremista”? O que é “sustentabilidade”? Matar animais, ainda que sejam os considerados “de corte” é ou não é crime? Um ambientalista pode fazer distinção entre os animais? Quem determina quais são os destinados a viver e quais os que devem morrer, os que devem servir como pet e os que devem ir para laboratórios, servir aos experimentos científicos? Toda a questão animal está em xeque! E é hora de todas as entidades que ainda não se posicionaram, esclarecer em que acreditam e por quem, efetivamente, lutam. Coerência naquilo que defendemos.

Lembro que, por ocasião da realização do 1º Fórum Social Mundial, que aconteceu aqui em Porto Alegre-RS-Brasil, foi memorável a invasão do Greenpeace na franquia do McDonals da Praça da Alfândega, no centro. Gritavam palavras de ordem contra o aquecimento global, contra os "bifes" do McLanche Feliz, os agrotóxicos, os transgênicos e contra o confinamento dos bovinos!!! O que aconteceu??? Vários outros grupos e personalidades no mundo inteiro estão revisando seus hábitos, por compreender a rede que entrelaça todas as ações humanas e consequentes mudanças climáticas.

A confusão que pode ocorrer por falta desse posicionamento claro começa a ser sentida em vários grupos e manifestações. O que move um ativista? Tem ele claro por o que está lutando? 

Como o número de adesões a diversas causas que intentam modificar para melhor esta nossa vida consumista e destruidora aumenta a cada dia é imprescindível que as organizações se posicionem sobre seus princípios norteadores e que os indivíduos, cada um, e cada vez mais, se informem sobre aquilo que defendem. As origens, as implicações, os caminhos (e descaminhos). As consequências. As causas. As ações possíveis e necessárias.

De nada adianta, como já se viu, gritar no manifesto anti-crueldade com os animais, por exemplo e, depois, ir comemorar com um bife!É imperiosos que se reflita sobre isso!!

(segue)

Foto: É o que desejo!
Mudança necessária


VEJA MAIS NESTE BLOG:

Se liga, Greenpeace - Não dá para defender a uns e comer a outros

Leia o texto na íntegra, incluindo a discussão no facebook:
http://compromissoconsciente.blogspot.com.br/2014/02/se-liga-greenpeace-nao-da-para-defender.html

Se liga, Greenpeace - Não dá para defender a uns e comer a outros!!

Em dezembro este tema foi amplamente discutido em uma das páginas do Greenpeace no Facebook. Agora, a entidade, pressionada por várias outras instituições, manifesta-se oficialmente.

Um trecho do texto

O que o Greenpeace acha sobre comer carne?


“Não enxergamos contradição entre esse posicionamento e nossa defesa pela Amazônia. Nossas lutas têm frentes distintas a das entidades que defendem o vegetarianismo, mas são convergentes”, confessando a cegueira do Greenpeace perante tanto a contradição entre dados apresentados pela própria instituição – como a responsabilidade majoritária da produção e consumo de carne bovina pelo desmatamento amazônico (“A farra do boi na Amazônia”, 2009) e a destinação de 80% da soja produzida em fazendas na Amazônia Legal, muitas delas expandidas graças a desmatamento ilegal, a rebanhos, bovinos ou não, de pecuária intensiva e semiextensiva (“Comendo a Amazônia”, 2006) – e o costume confesso de diversos de seus membros ativos de comer essa carne."

Se liga, Greenpeace - Não dá para defender a uns e comer a outros!!!

Por Marise Jalowitzki
20.fevereiro.2014
http://compromissoconsciente.blogspot.com.br/2014/02/se-liga-greenpeace-nao-da-para-defender.html



segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Condenação das multinacionais de agrotóxicos

Quem segura as mega corporações? Somente leis rígidas podem travar o avanço no consumo. O Tribunal Permanente dos Povos é uma corte internacional de opinião que verifica as denúncias de violações de direitos humanos

Condenação das multinacionais de agrotóxicos

Por Marise Jalowitzki
30.dezembro.2013
http://compromissoconsciente.blogspot.com.br/2013/12/condenacao-das-multinacionais-de.html

Estamos concluindo 2013 e a questão devastadora do uso indiscriminado de agrotóxicos continua. Os legisladores que se interessam com a preservação da vida precisam encampar mais ações efetivas para frear todo este consumo e, principalmente, sugerir (e aprovar) leis que coibam o fabrico de substâncias assim tóxicas como as que estão no mercado, no mundo inteiro. Agricultores, muitos deles assalariados, utilizam os agrotóxicos, muitas vezes até premidos pela "venda casada" dos financiamentos bancários. Produtos esses que, apesar de terem (infelizmente!) sido testados em animais, não o foram em humanos e nem precisaria, nem em um caso, nem em outro, pois é sabido que são tóxicos e que podem trazer uma gama de efeitos danosos para a saúde de todos os envolvidos. Mortes, mutilações, doenças incuráveis, as abominações se sucedem. Regiões inteiras pelo mundo estão contaminadas, desde plantadores de arroz asiáticos a culturas tropicais.

"Em 2012, Monsanto, Syngenta, Bayer, Dow Chemical, DuPont e BASF foram julgadas culpadas por violações graves, generalizadas e sistemáticas aos direitos à saúde e à vida, aos direitos econômicos, sociais e culturais, bem como os direitos civis e políticos e aos direitos das mulheres e crianças. O veredito foi dado pelo Tribunal Permanente dos Povos, que durante quatro dias ouviu vítimas e sobreviventes da indústria de agrotóxicos no mundo todo.

Fundado em 1979, na Itália, o Tribunal Permanente dos Povos é uma corte internacional de opinião que verifica as denúncias de violações de direitos humanos. 

Foram destacados os casos de intoxicações na Ásia, causadas pelo inseticida endosulfan, da Bayer e o paraquat, da Syngenta. 

Também receberam atenção especial a massiva mortalidade de abelhas na Europa e América do Norte, relacionadas com os pesticidas neonicotinoides, da Bayer e a contaminação de nascentes de água nos Estados Unidos pelo herbicida atrazina, da Syngenta.




Segundo o júri, os atos sistemáticos de governança corporativa aumentaram as perspectivas de extinção da biodiversidade, incluindo espécies cuja existência continuada é necessária para a reprodução da vida humana.





O julgamento aconteceu de 3 a 6 de dezembro em Bangalore na Índia."

Ainda que o veredito do Tribunal Permanente dos Povos não tenha uma vinculação jurídica, esperamos que seja um precedente em futuras ações legais de outras entidades e proporcione aos legisladores mudanças nas leis, coibindo o uso de determinados produtos, aumentando a fiscalização e evitando este consumo exagerado, que tanto mal tem causado a todo o meio ambiente, inclusive os que despejam os produtos tóxicos no solo e plantas.

As vidas ceifadas ninguém traz de volta, as mutilações e doenças degenerativas, também ninguém remedia, mas, como a ganância não tem limites, é preciso frear novas investidas, a fim de evitar que mais e mais pessoas e ecossistemas sejam vitimizados!!!


Talvez você, leitor, tenha se decepcionado ao ler este artigo (assim como eu, ao tomar conhecimento!) pois todos esperamos um freio efetivo nessa insana corrida por lucro!!! VAMOS CONTINUAR PRESSIONANDO!!!

2014, ano de eleições no Brasil. Políticos que querem se [re]eleger, abracem esta causa! E MUDEM, EFETIVAMENTE, ESTE CENÁRIO!


Mais sobre o tema, neste blog:


Uso de agrotóxicos é a maior causa
de mortes - são 157 mortes registradas
 por ano no Brasil - Imagem Globo Rural


AGROTÓXICOS lideram MORTE POR INTOXICAÇÃO NO BRASIL

Por Marise Jalowitzki

http://compromissoconsciente.blogspot.com.br/2012/04/agrotoxicos-lideram-morte-por.html  


Agrotóxicos - envenenamento 
Agrotóxicos e Doenças - Você sabia?

Agroecologia é possível -
Agricultura orgânica -
Sem agrotóxicos-Biodecompositor


COMPOSTAGEM - APRENDA A FAZER UM BIODECOMPOSITOR SIMPLES E BARATO



Agroecologia não é coisa só para
pequenos produtores - Ela também se
aplica para a produção em larga escala

AGROTÓXICOS - RETORNO À AGRICULTURA ORGÂNICA PODE ACONTECER EM LARGA ESCALA

Por Marise Jalowitzki








Ana Primavesi, pioneira da
Agroecologia no Brasil,
autora de vários livros,
é um poema vivo de amor à Terra
 


Quem é essa mulher extraordinária? ANA PRIMAVESI, pioneira na agroecologia no Brasil
Vida sem Agrotóxicos











É possível voltar a uma alimentação
saudável? Lavar os alimentos
livra de agrotóxicos?

AGROTÓXICOS - Lavar os alimentos resolve?




segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Transhumanismo - Assista os videos - UMA NOVA ERA DA ROBÓTICA SOCIAL AVANÇADA



Robótica Social e Robôs humanoides - Einstein - Robots humanoides já interagem, captam expressões e olhares e travam diálogos inéditos, além dos programados.

Os cientistas envolvidos nos diferentes projetos estão convencidos da extinção da humanidade em um tempo não muito distante e querem assegurar a sobrevivência de uma nova civilização.


Robôs humanóides são o futuro da espécie humana? Para os cientistas, sim! Vejam ao final toda a declaração de Hanson, que transcrevo em parte aqui:  "Dada a instabilidade da época, e a crescente complexidade dos problemas globais, precisamos desesperadamente de geniais máquinas-humanas, com inteligência, criatividade, sabedoria e compaixão, para sobreviver e dar o salto para o próximo estágio da existência humana. Vamos reunir Máquinas-gênios em movimento, de código aberto, e saltar para um futuro melhor. Obrigado!"

Transhumanismo - Assista os videos - UMA NOVA ERA DA ROBÓTICA SOCIAL AVANÇADA

Por Marise Jalowitzki
24.dezembro.2013
http://compromissoconsciente.blogspot.com.br/2013/12/transhumanismo-assista-os-videos-uma.html


Transhumanismo: seres humanos cada vez mais sendo transformados em máquinas previsíveis e robôs cada vez mais aperfeiçoados, "sentindo", reagindo e respondendo emocionalmente, para além do que seus inventores programaram...

A "migração" pretendida é, no minimo... Surpreendente! Estamos bem próximos de confundir humanos e robots.

A era da robótica social avança a passos largos e especialistas desenvolvem robots cada vez mais "emocionados" e "emocionantes".

Roberts já capta espontaneamente expressões faciais e olhares das pessoas ao seu redor e aumenta (sem comando) seu cabedal de respostas, além das inicialmente programadas!

Mundo paradoxal, onde cientistas procuram "emocionar" os robots e "robotizar" os humanos.


Importante reflexão para o final do ano:
Onde iremos chegar??
O cidadão comum está apto para, pelo menos, vislumbrar o mundo que está sendo projetado?
O cidadão comum consegue entender a importância de suas ações e decisões hoje, especialmente para com seus filhos, que serão o futuro?
O que está em nossas mãos mudar?

Esta é uma série de videos que  mostram os avanços da tecnologia. O cientista é David Hanson e seu site (de onde foram transcritos todos estes videos) é o www.hansonrobotics.com

No video 10, o robô canta. e no video 11, Jules (o mesmo robô deste primeiro video, a seguir) fica na exposição "captando" novas expressões e olhares, aumentando seu arsenal de informações, interagindo com os expectadores.


 Creepily realistic robot can hold conversations and answer questions
http://www.youtube.com/watch?v=IhVu2hxm07E




Robôs super-humanoides

Hanson Robotics se esforça para criar robôs tão brilhantes como as pessoas - o que o fundador e cientista-chefe Dr. David Hanson chama Máquinas gênio. Usando métodos tanto artísticos como científicos, Hanson Robotics cria robôs com expressões faciais magistrais, personalidades de conversação, corpos de robôs que andam e com inteligência adaptativa. Ao fazê-lo, buscamos compreender a natureza fundamental da criatividade, compaixão e consciência, e a percepção humana de robôs. Também exploramos criativamente robôs como obras de arte. Fabricados para usos reais, nossos robôs servem atualmente à saúde, segurança, educação e pesquisa científica em universidades do mundo todo. Embora tenhamos um caminho a percorrer antes de alcançar o verdadeiro gênio de Máquinas, fizemos progresso real. Confira alguns dos nossos trabalhos mais recentes:
1. ROBOKIND agora lançado! Totalmente expressivo, caminha, é inteligente, efetua sua melhor pesquisa sempre. RoboKind fornece uma plataforma inigualável para a interação homem-robô:  www.hansonrobokind.com - Zeno R25
2. DIEGO-SAN, o robô gigante do bebê. Robô bebê - rosto de Hanson "DIEGO-SAN", destaque na Forbes, Phys.org, Huffington post, e muitos outros locais:
Descrição: "Diego-san", por Hanson para o Laboratório de Percepção de Máquina no Instituto de Computação Neural UCSD. Com um rosto desenhado e construído por David Hanson e Hanson Robotics, um corpo montado por Kokoro, este menino robô foi construído com financiamento da National Science Foundation e pode ser utilizado como um humano-robô em investigação e interação, devido aos seus conhecimentos programados. Com câmeras de alta definição nos olhos, Diego San vê as pessoas, tem gestos e expressões modelados em bebês humanos, imitando o que um bebê hipoteticamente faria. As expressões faciais são importantes para estabelecer um relacionamento, e se comunicar com as pessoas de forma intuitiva. Por mais uma obra de arte como a tecnologia e plataforma de ciência, Diego representa um passo à frente no desenvolvimento da robótica emocionalmente competente, com base no trabalho anterior de David Hanson com o Laboratório de Percepção da máquina, como o Einstein emocionalmente sensível mostrado no TED em 2009 ( ver abaixo).
3. Albert Einstein - Rosto criado por Hanson Robotics, corpo Hubo pelo KAIST.
4. Hanson Robotics no TED 2009, mostrando um robô Einstein emocionalmente perceptivo, que vê e imita.
Descrição: em 2009 no TED, Hanson Robotics apresentou nossa colaboração com a UCSD Lab Máquina de Percepção (Javier Movellan, Marian Bartlett, Nick Butko, Jake Whitehill, Paul Ruvolo), trabalho apoiado por Stuart Baurmann e David Hanson. Este robô rastreia rostos e sons, percebe expressões faciais, e imita expressões faciais do usuário. Nossa crença é que a compreensão de expressões humanas podem ajudar a modelar empatia humana e permitir a empatia com a máquina.
(...)
6. Philip K Dick Android:
Veja também: http://www.pbs.org/wgbh/nova/tech/social-robots.html e
Descrição:
O retrato android de Philip K. Dick, um inteligente, evoluindo o entretenimento robótico do escritor de ficção científica que foi o autor VALIS, Do Androids Dream of Electric Sheep, UBIK, e muitas outras obras-primas. Por ressuscitar PKD como um androide, procuramos perceber de nível gênio AI com compaixão e criatividade. Enquanto nós temos um longo caminho a percorrer, até mesmo as primeiras versões do robô fizeram saltos fortes rumo a este objetivo, resultando em um prêmio AAAI para os sistemas de inteligência artificial, as capacidades de ponta em conversas robóticos e interação homem-robô, e de renome mundial. A primeira versão foi construída em 2005 por Hanson Robotics com David Hanson, Andrew Olney com o Instituto Fedex da equipe de Tecnologia, da Universidade do Texas em Arlington robótica instituto, UT Dallas, e muitos outros colaboradores, e cativou o público no WIRED NextFest eo AAAI reunião anual. Infelizmente, no final daquele ano o robô estava perdido em trânsito para a Google Tech Talk, e o projeto permaneceu parado por 3 anos. Este vídeo mostra a  reconstrução do android PKD em 2010, desta vez construído por Hanson Robotics com financiamento do VPRO e colaboração de Bill Hicks, Dr. Kino Coursey, Doug Miles, Matt Stevenson e muitos outros. Ele exibe percepção no rosto, reconhecimento de voz e inteligência de conversação, adaptando as palavras de Philip K Dick e história de vida para gerar novas idéias durante a conversa com as pessoas.
A partir de 2012, o andróide PKD serve a Iniciativa para o despertar Machines (IAM), no qual a equipe sob a liderança do Dr. Ben Goertzel trabalha com os Hanson Robotics e equipes RoboKind, para dar o salto para a verdadeira inteligência artificial geral (AGI ). Este trabalho é financiado pela Fundação de Ciência Nacional dos EUA e uma bolsa ITF Hong Kong City. Temos a intenção de empurrar o android PKD até que evolua em criatividade e sabedoria sobre-humana e transcenda em uma espiral de auto-reinventar a super-inteligência de Philip K. Dick preconizada e descrita como uma vasta atividade de Inteligência em sistema vivo, e que Vernor Vinge descreve como Singularidade Tecnológica. Prevemos que isso ocorrerá em algum momento entre 15 e 30 anos a partir de agora.
8. Mais vídeos do Phil:

9. Hanson Robotics no Smithsonian.
Descrição: Hanson Robotics foi homenageado no Smithsonian Cooper-Hewitt National Design Trienal, 2007-2009.
10. Hanson Robotics Alice-Eva na Universidade de Genebra Miralab, este é um retrato da esposa de Dr. Hanson Amanda.
Descrição: Este robô serve robótica cognitiva investigação no famoso MIRA-laboratório na Universidade de Genebra, (...). hhttp :/ / www.ics.forth.gr/indigo/
10. Hanson Robotics, em colaboração com David Byrne, em "Almas e Máquinas", no Museu Reina Sofia, em Madrid.
11. Jules no NextFest:
Descrição: Hanson Robotics 'Jules robô, mostrado na Wired NextFest 2006. Jules tinha sacadas naturalistas dos olhos, interactividade converational, e uma ampla gama de expressões faciais humanoides. Nós construímos Jules para a University of the West of England, mas testado Jules com nosso próprio software em primeiro lugar, antes de enviar Jules. Desde então, Jules tem servido inúmeras atividades de ciência e desenvolvimento no ambiente de pesquisa universitária.
12. Evolução dos Robôs Hanson para Zeno RoboKind:
O que é tudo isso? Bem, eu sou o Dr. David Hanson, e esses vídeos mostram exemplos de meu trabalho para desenvolver robôs com capacidades cada vez mais humanoides, na busca de construir gênios Máquinas-máquinas com maior inteligência que a humana, criatividade, sabedoria e compaixão. Para este fim, realizamos pesquisas na área de robótica, inteligência artificial, as artes, a ciência cognitiva, engenharia de inspiração biológica, design e implantação de produtos. Integramos esses esforços na busca de novas relações de robôs com humanos. Ao aumentar AGI entre nós, a serem protagonistas, amigos e membros da nossa família, eu acredito que eles vão evoluir na convergência de valores análogos aos nossos, e, assim, chegar a realmente cuidar de nós e ganhar nossa confiança. Além disso, eu defendo esse caminho evolutivo, que tem maior probabilidade de produzir com segurança máquinas inteligentes e criativas a nível humano.Dada a instabilidade da época, e a crescente complexidade dos problemas globais, precisamos desesperadamente de geniais máquinas-humanas, com inteligência, criatividade, sabedoria e compaixão, para sobreviver e dar o salto para o próximo estágio da existência humana. Vamos reunir em um movimento Máquinas-gênios em movimento, de código aberto, e saltar para um futuro melhor. Obrigado!
E estes são dois videos japoneses:
O olhar bondoso com certeza cativa uma pessoa doente, idosa ou simplesmente carente dessa robô humanoide

Mindblowing Human Robot

http://www.youtube.com/watch?v=uhHs8tCTOus#t=16

http://www.youtube.com/watch?v=MaTfzYDZG8c



Marise Jalowitzki
Compromisso Consciente

Escritora, Ambientalista de coração,
Coordenadora de Grupos,
Pós-Graduação em RH pela FGV,
International Speaker pelo IFTDO-VA-USA
compromissoconsciente@gmail.com.br 









Clique aqui e conheça

Déficit de Atenção e Hiperatividade - Somos Todos Diferentes - inclui Filme


Respeitar as individualidades é imprescindível para formatar uma autoestima saudável e consistente o suficiente para enfrentar as diferenças e os desafios do meio.







Por Marise Jalowitzki
23.dezembro.2013
http://compromissoconsciente.blogspot.com.br/2013/12/deficit-de-atencao-e-hiperatividade.html

Atualmente, não precisa mais muito para alguém ser rotulado, seja de hiperativo, seja de portador de "déficit de atenção" ou, pior ainda, sendo alvo de termos pejorativos. Basta sair um pouco dos "padrões" sociais, da condição engessada requerida, que o rótulo cola na testa. Os pais e educadores precisam retomar o leme da responsabilidade na educação e formação dos pequenos seres a eles oferecidos pela Lei Maior! Ninguém vem por acaso trilhar conosco o caminho existencial!

No dia de hoje, quero deixar a referência de um lindo filme, emocionante, que traz o sofrimento de um garoto incompreendido na escola e na família. Cito este filme também no livro. Um garoto que serve, também, como espelho para a situação de muitas outras crianças. 

Didático, competente, carinhoso, este filme foi elaborado e produzido por pessoas que conhecem o verbo AMAR. Gratidão, também, a Luiz Fernando Bagatin, pela tradução, o que possibilita passar o link para muitas outras pessoas. SOMOS TODOS DIFERENTES, sim, e, também: SOMOS TODOS RESPONSÁVEIS! (O video também pode ser encontrado sob o título COMO ESTRELAS NA TERRA.)

As nossas crianças, que divergem do instituído, são "bençãos de nossos ancestrais, não deixemos perder estas pequenas estrelas na terra!" Namastê!

ASSISTA:  https://www.youtube.com/watch?v=6rxSS46Fwk4





Quando leio declarações de especialistas brasileiros falando que a causa é "genética" sem que haja até agora, nenhuma comprovação, já que o gene ainda não foi encontrado! Ou quando leio que, para outros especialistas, a causa é "orgânica", fico lembrando da máxima que norteia a ciência: "SE A HIPÓTESE NÃO PODE SER COMPROVADA EM TESTES, NÃO É CIÊNCIA, É FICÇÃO CIENTÍFICA".

Fico imaginando a incerteza que deve tomar conta dos pais zelosos, quando Abram Topczewski explica que existe uma causa orgânica para a hiperatividade e usa o termo "IMAGINAMOS". Ora, imaginar é para pensadores. Enquanto se está tentando provar, não se pode ficar receitando metilfenidato assim por assim!  “Imaginamos que seja uma disfunção do sistema nervoso que leva a esse tipo de comportamento. Quando usamos medicamentos para tratar o paciente, alteramos essa desorganização bioquímica e, com isso, diminuímos a hiperatividade”, escreveu o neuropediatra em recente artigo. Ok, mas, e as consequências em médio e longo prazo? 

Sobre as motivações genéticas do TDAH, Abram Topczewski afirma que elas são reais e têm predominância no sexo masculino, tendo sido identificados casos de pais, avós e outros familiares que apresentaram quadro semelhante. “Estudos estão em desenvolvimento no sentido de se determinar qual o gen responsável. Já existem algumas descrições a respeito”, revela o neuropediatra. Ora, se os estudos estão em desenvolvimento, então não são conclusivos!!! Se não são conclusivos, como  podem as crianças e adolescentes ser declarados "doentes mentais"? 


Padrões sociais engessam e tentam, a todo custo, manter a individualidade dentro da forma pré-estabelecida. Permitir a liberdade é ato divino. E necessário.


Esta tentativa, de medicar e medicar, sem maiores tratamentos ou acompanhamentos, tem rendido aos cofres da indústria farmacêutica bilhões anuais. Enquanto enriquece aos fabricantes, dá aos pais e educadores a ilusão de estar "fazendo o certo"! Como? Engessando individualidades? E, pior sem atentar para as consequências? Nos EUA as associações de pais que perderam seus filhos devido ao uso continuado do metilfenidato (infarto do miocardio ou mesmo suicídio), tentam advertir ao mundo sobre os riscos terríveis. Aqui no Brasil, as famílias tentam obter do governo o "direito" de receber a Ritalina pelo SUS!!! 

Mundo insano que perdeu o contato com sua própria intuição, que deixou a "solução" nas linhas de uma receita preenchida às pressas, sem nem avaliar todo o quadro, as providências que deveriam existir cotidianamente, tais como Amor, Compreensão, Entendimento, Diálogo, adequação de condições! Julgam que coibir é "melhor" do que permitir a expansão da consciência maior. Quem sofre é a criança, refém desta situação! 






Em um comentário, cristine almeida coloca com muita sabedoria: 

"Acredito que possamos atentar ao filme no que diz respeito á criança,e em segundo o adulto, agente que ajuda a criança. 

Generalizando sim, todos nós adultos cometemos erros com as crianças, cada um no seu grau. 

Nós adultos esquecemos de olhar a criança como criança, isso por si só, deveria ser considerado um tipo de transtorno, como dislexia, hiperatividade, etc...seria algo relacionado á "Transtorno de dificuldade de dialogo com a criança." Que tal? 

Que todos possamos ser mais tolerantes, carinhosos, atenciosos, zelosos e compreensivos com aqueles que vieram aos lares e escolas para serem cuidados e bem tratados, encaminhados para seguir com o máximo de segurança possível o caminho que exige tanto de cada um, chamado VIDA! 



(Inserção em 10.julho.2015) 

E, especificamente sobre a Ritalina, a declaração da Cassia Cerniauskas é igualmente primorosa: 

"Por experiencia vivida, aqui em casa nao funcionou e os problemas foram bem maiores quando resolvemos parar pq o resultado foi negativo. Meu filho parecia um zumbi!!! Nao comia nao brincava nada o agradava,hj ele toma homeopaticos e esta muito feliz, tem problemas na escola porem com auxilio da coordenadora e das professoras ele consegue se virar e nunca reprovou. 

Acho que falta e paciencia e amor somos diferentes trazemos bagagens com pesos medidas diferentes. 

Que DEUS abencoe os profissionais. 

Medicação só em caso extremos."

(http://iconoclastia.org/2013/03/07/brasil-dispara-no-vicio-induzido-pelos-pais-na-droga-da-obediencia-ritalina/)




Mais sobre o tema, neste blog:

http://compromissoconsciente.blogspot.com.br/2013/08/tdah-transtorno-de-deficit-de-atencao-e.html


Menina foi chamada de a mais
imatura da classe pela professora.
Quem defende estes pequenos?


TDAH - Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade -Página de Links

Por Marise Jalowitzki
22.agosto.2013







 Marise Jalowitzki é educadora, escritora, blogueira e colunista. Palestrante Internacional, certificada pelo IFTDO - Institute of Federations of Training and Development, com sede na Virginia-USA. Especialista em Gestão de Recursos Humanos pela Fundação Getúlio Vargas. Criou e coordenou cursos de Formação de Facilitadores - níveis fundamental e master. Coordenou oficinas em congressos, eventos de desenvolvimento humano em instituições nacionais e internacionais, escolas, empresas, grupos de apoio, instituições hospitalares e religiosas por mais de duas décadas Autora de diversos livros, todos voltados ao desenvolvimento humano saudável. marisejalowitzki@gmail.com 

blogs:
www.tdahcriancasquedesafiam.blogspot.com.br


LIVRO TDAH CRIANÇAS QUE DESAFIAM
Informações, esclarecimentos, denúncias, relatos e dicas práticas de como lidar 
Déficit de Atenção e Hiperatividade