segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Como despoluir a água com casca de banana



Uma solução fácil e totalmente possível. retira até urânio. Ferver a água nem sempre é recomendado, pois o alto teor de componentes químicos, especialmente usados na agricultura, são tóxicos, fazem mal à saúde e até aumentam na fervura.

Como despoluir a água com casca de banana

Por Marise Jalowitzki


Água potável sem excesso de cloro - A água que chega às nossas torneiras recebe o sistema de cloração, que consiste na adição de cloro nas estações de tratamento, deixando a água livre de bactérias e vírus. Quando o cloro é demais podemos sentir até mesmo no cheiro, ao abrir a torneira. O cloro se desvanece quando colocamos a água em uma vasilha e o expomos ao ar livre, especialmente em contato com os raios do sol.

Quando a água da torneira não deve ser fervida - Mas, nem sempre a água dita potável está apta para o consumo. Uma penosa situação aconteceu no Rio Grande do Norte, situação que se arrastou por bem mais de ano, com altíssimos níveis de nitrato, especialmente nos bairros localizados em zonas mais altas. Nenhuma recomendação prática foi dada para que a população se precavesse.  

As pessoas, para garantir mais saúde, costumam ferver a água, acreditando assim que a água fique mais pura, incluindo a exclusão de parasitas. Ferver é uma solução? Nem sempre, pois não sabemos quais são os materiais contaminantes e seu grau de perigo para a saúde. Brasil é o campeão mundial em uso de agrotóxicos, o RS é o estado que mais utiliza pesticidas e fertilizantes de todo o azar (até mesmo os ilegais e proibidos, já banidos, que entram pela fronteira). Os metais pesados, componentes dos fertilizantes, especialmente os nitratos, infiltram-se facilmente pelo solo, atingindo os lençóis freáticos, contaminando a água. Os nitratos não se desfazem pela fervura, pelo contrário, condensam-se e aumentam (empedram). Uma vez no organismo humano, eles oxidam a hemoglobina.

Água com nitrato (incluindo o de amônia, largamente utilizado em fertilizantes e responsável por vários acidentes pelo mundo, devido a explosões - como a de Santa Catarina, em São Francisco do Sul), ao ser fervida, aumenta os riscos de metahemoglobinemia, uma doença que afeta especialmente os bebês, também conhecida como a Síndrome do Bebê Azul. A Metahemoglobinemia pode ser fatal, devido à falta de oxigênio em todo o corpo (especialmente coração e cérebro), levando ao óbito. Caracteriza-se por arroxeamento das extremidades e ao redor dos lábios (veja texto específico ao final desta página).

Cascas de banana, mil e uma utilidades. Uma das mais importantes, sem dúvida, é retirar os materiais particulados, altamente tóxicos, da água (inclusive a potável)



Como despoluir água contaminada com cascas de banana Há muitas formas para despoluir a água: fervura, filtros, osmose reversa, carvão aditivado. Todos são eficazes para algumas coisas, mas incompletos em outras, podendo até mesmo potencializar oa danos.Todos os materiais tóxicos (incluindo nitratos, sódio, cálcio, cobre, chumbo, alumínio e até o urânio) ao serem ingeridos pelo organismo, não são eliminados, alojam-se nas artérias e podem desenvolver câncer, avc e outras doenças, como insuficiência renal grave. Um método caseiro eficaz é proposto pela química Milena Boniolo, vencedora do Prêmio Jovem Cientista em 2006. Ela participou do TED, esteve em várias emissoras de tv. Por ser tão prático, fácil e barato, não dá para entender como até agora não é utilizado em larga escala (ou, pelo menos, divulgado).

- Lave a banana antes de descascar.
- Coloque as cascas em uma forma e leve ao sol para secar (5 dias, em média) ou coloque no forno.
- Depois de secas, triture no liquidificador.
- Em uma bacia, copo ou pote com água, coloque o pó de cascas de banana sobre a água (duas colheres por litro d’água, em média) e mexa bem. Logo você vai verificar que a casca da banana “puxou” os materiais particulados tóxicos para o fundo. Deixe descansar e utilize a água sem medo. Divulgue ao máximo! Vamos evitar doenças e óbitos! Faça a diferença que você quer no mundo!

Um dos muitos videos onde aparecem declarações de Milena Boniolo: http://www.youtube.com/watch?v=h5jd3dCsYAg


Água não deve ser fervida mais do que um minuto, diz a OMS. Também, não se deve ferver novamente. E lembre-se: os nitratos e demais materiais pesados além de não se decompor, ainda vão aumentar na fervura, endurecendo. Eles não saem de nosso organismo e causam câncer.

E para quem ferve água - Se você não tem bananas perto de você e vai continuar fervendo a água, aqui vão algumas recomendações: Quando se ferve a água, baixa-se o nível de bactérias e vírus, mas isso faz com que o sabor seja pior e os sais minerais tenham uma maior concentração.

- Para os casos em que a água está comprometida por vírus e bactérias, a OMS aconselha que a água seja fervida durante 1 minuto (mais um minuto em cada localidade que esteja a mais de 1000 metros acima do nível do mar). Ferver a água por 10 minutos produz um aumento da concentração de nitratos, sódio e cálcio. 

- Utilize exclusivamente água da torneira fervida recentemente, que deverá deixar arrefecer pelo menos até aos 50ºC. Não adianta ferver e guardar.

- Ao utilizar água fervida, cuide para nunca ferver mais de uma vez a mesma água. O teor de nitratos que eventualmente existam na água só vai aumentar.

Os nitratos

Além de situações como a que aconteceu em Santa Catarina e outros locais, onde depósitos explodiram, os nitratos estão presentes em nosso dia a dia, seja pelo alimentos, seja pela água, pois os fertilizantes são usados em quantidades cada vez maiores.

Para saber o teor de nitratos na água que você utiliza: Com uma tira própria que poderá comprar na farmácia, medir o teor de nitratos da água. Poderá também informar-se acerca disso junto aos serviços do órgão municipal que fornece a água. Os nitratos não devem exceder 50 mg nitratos/litro.

“Eles provem da utilização excessiva e em constante crescimento de adubos azotados. Os nitratos que assim se formam poluem cada vez mais os lençóis freáticos e não poupam certas fontes de água mineral”.

As chuvas fortes conduzem os excedentes de azoto para os rios e para os lençóis freáticos, esta é a razão porque a poluição causada por nitratos não cessa de aumentar.

“Os nitratos podem transformar-se em nitrosaminas cancerígenas em contato com as aminas dos tecidos do corpo humano. Eles provocam no indivíduo uma patologia chamada metahemoglobinemia , uma espécie de asfixia do sangue.

Perigos mais iminentes: Por ser oxidante, pode interagir com outros produtos. Quando contaminado com produtos orgânicos ou materiais oxidantes, aquecido, confinado, e ainda sob ação de agentes iniciadores, pode detonar. Risco de ignição ou detonação ao expor o produto ao calor e a materiais incompatíveis.

Perigos físicos e químicos: O Nitrato de Amônio é um forte oxidante. A contaminação pode promover a sua decomposição, tornando-o imprevisível e perigoso. Os contaminantes incluem matéria orgânica, Cloretos, Fluoretos e também alguns metais (exemplos: Cobre, Cromo, Zinco e outros).

Efeitos do produto em animais: A inalação pode causar irritação do trato respiratório, com tosse, dor de garganta e dificuldade respiratória. O contato com o produto pode causar irritação na pele e nos olhos. Exposto a altas temperaturas, devido à decomposição, pode liberar Amônia e gases Nitrosos tóxicos (NOx), capazes de provocar problemas respiratórios agudos.

Efeitos ambientais: É muito solúvel em água, podendo contaminar cursos d’água, tornando-os impróprios para uso em qualquer finalidade. O produto da combustão do Nitrato de amônia é o óxido nitroso, N2O. Este composto é um agravante do efeito estufa, sendo 273 vezes mais nocivo que o dióxido de carbono, CO2. (Xavier, A. Agronomia/UFSM, 2008)

Efeitos na saúde humana: O nitrato de amônio causa irritações nos olhos, na pele e no tratorespiratório. A substância pode afetar o sangue, devido ao íon nitrato,causando uma doença chamada metahemoglobinemia, ou doença do bebê azul (IPCS ICHEM, 2011) 6 .Seus principais efeitos na saúde humana e dos ecossistemas são decorrentes dos compostos secundários que podem ser formados. (Wikipedia)

Querendo, leia também:

Explosão no depósito de
fertilizantes em Santa Catarina
– Síndrome do Bebê Azul –
Incêndio de Nitrato de Amônia
em São Francisco do Sul


Porque não ferver a água com nitratos 

Por Marise Jalowitzki
28.setembro.2013










Também sobre o tema:

http://www.compromissoconsciente.blogspot.com.br/2013/09/bebe-azul-nitrato-de-amonia-e-explosao.html


Riscos para a Saúde - Síndrome do
Bebê Azul causa falta de ar e, em
casos graves, pode levar a morte,
Contaminação vem pela água com
nitrato (nitrito) de amônia.
Bebê Azul, Nitrato de amônia e a explosão em Santa Catarina - Fábrica de Fertilizantes em São Francisco do Sul 



E mais:

http://compromissoconsciente.blogspot.com.br/2011/03/agua-conheca-varios-enfoques-sobre.html

Água! Conheça vários enfoques sobre preservação das águas e contaminação das águas, impactos ambientais e pesquisas


Água limpa, um direito de todos!

Link - http://t.co/Cs0ngIG

Água é tema de extrema importância. Cada vez mais devemos estar atentos para tudo o que diz respeito à preservação e contaminação. Maior fonte de doenças, a água contaminada já é presença em nosso cotidiano. 
Isso tem de mudar!




sábado, 28 de setembro de 2013

Porque não ferver a água com nitratos




Explosão no depósito de fertilizantes em Santa Catarina – Síndrome do Bebê Azul – Incêndio de Nitrato de Amônia em São Francisco do Sul


Porque não ferver a água com nitratos 

Por Marise Jalowitzki


O incêndio na fábrica de fertilizantes em São Francisco do Sul, em Santa Catarina, durou dois dias, emitindo seus gases tóxicos para vários municípios catarinenses, além do Paraná, chegando ao Rio de Janeiro e Espírito Santo. A contenção aconteceu através de água jogada sobre o nitrato (o que foi evitado no primeiro dia, quando os bombeiros ainda acreditavam poder conter as nuvens contaminadas de fumaça). A Vale Alimentos emprestou a manta térmica e aí, com o auxílio da água, o incêndio acabou. A Marinha está lá, agora, para as averiguações sobre o índice de contaminação da água. Em quanto tempo essas análises ficarão prontas e o quanto será divulgado para a população, nunca saberemos.
E até lá, quais as recomendações para as pessoas, principalmente em relação ao consumo de água das torneiras? Até agora, nada! Os casos de intoxicação por inalação do nitrato de amônia levou centenas aos hospitais da região e o bombeiro gravemente atingido permanece em estado gravíssimo.

Mas o perigo maior, até porque mais insidioso e de longo prazo, consiste no consumo da água, alem dos alimentos cultivados em áreas atingidas.
Se você acompanhou os noticiários, viu que os fertilizantes, após receber a água, tornaram-se blocos, parecendo pedaços de rocha, e estão sendo recolhidos para destinação em local específico, onde a manta térmica irá acolhê-los, impedindo que se misturem ao solo, impedindo que contaminem a terra e os lençóis freáticos (água) em grande escala. O que já escorreu, este estrago está feito.

ÁGUA COM NITRATO, AO SER FERVIDA, AUMENTA OS RISCOS DE METAHEMOGLOBINEMIA


ÁGUA COM NITRATO, AO SER FERVIDA, AUMENTA OS RISCOS DE METAHEMOGLOBINEMIA

No artigo mencionado ao final desta página, publicamos o perigo que representa esta doença, a Metahemoglonemia, que afeta especialmente os bebês que bebem a água com nitrato e pode ser fatal, devido à falta de oxigênio em todo o corpo (especialmente coração e cérebro), levando ao óbito.

A água que contem nitrato, ao ser fervida, promove uma condensação tóxica, semelhante ao que aconteceu com os “blocos que parecem rochas”, no incêndio em Santa Catarina. Assim, as concentrações “empedram”no interior do organismo, causando insuficiência renal e a metahemoglonemia (caracterizada por arroxamento das extremidades e ao redor dos lábios (mais detalhes na referência ao final).

Sabe-e que a quantidade e o tipo de minerais contidos na água influencia o sabor da mesma e na “dureza”. A concentração recomendada (em mg/l) é de 100 para o cálcio, magnésio 30, cloretos 25, sulfatos 25, sódio 20, potássio 10, flúor 1, alumínio 0,05. 



ÁGUA DE TORNEIRA E NITRATOS

Geralmente, com o sistema de cloração, que consiste na adição de cloro nas estações de tratamento, a água fica livre de bactérias e vírus. O uso de sistemas de “ultrafiltrado” garante também que a água esteja livre de parasitas. A população precisa estar informada se a água  que recebe está apta para o consumo humano. Como isso nem sempre é informado, fica a dúvida e ferver é uma solução encontrada e usada pelas pessoas. No RS sabe-se que a qualidade de água é comprometida e os governos sinalizam com regularização em 2014... No RN a situação estava caótica e assim ficou por mais de um ano, o governador prometendo sanar o “problema”, mas a população dos bairros de baixa renda não recebeu orientação nem teve acesso a água saudável. Engrossam-se as filas do sistema público de saúde e as contas bancárias da indústria farmacêutica.

Quando se ferve a água, baixa-se o nível de bactérias e vírus, mas isso faz com que o sabor seja pior e os sais minerais tenham uma maior concentração. Para os casos em que a água está comprometida por vírus e bactérias, a OMS aconselha que a água seja fervida durante 1 minuto (mais um minuto em cada localidade que esteja a mais de 1000 metros acima do nível do mar). Ferver a água por 10 minutos produz um aumento da concentração de nitratos, sódio e cálcio. 

Altas concentrações de sódio e cálcio provocam sobrecarga renal de minerais, principalmente em bebês, cujos rins imaturos não filtram bem o excesso de minerais (também no adulto o excesso de sódio causa várias doenças; por isso, a recomendação de adicionar sal apenas após o cozimento dos alimentos, para que o sódio não aumente). 

Excesso de nitratos aumenta o risco de metahemoglobinemia, que pode ser fatal, principalmente em bebês, pela falta de oxigênio que provoca.  O problema dos nitratos é que se convertem em nitritos, e os nitritos oxidam a hemoglobina e vão produzir metahemoglobina nos bebês. Esta metahemoglobina não pode transportar o oxigénio para os tecidos e isso dá lugar à cianose aparecendo a chamada “síndrome do bebêazul”. A concentração de nitratos permitida na água de bebida embalada é de 50 mg/l e idealmente deveria ser menor de 25 mg/l.

RECOMENDAÇÕES

- Se existir alguma dúvida, pode usar-se água engarrafada, apta para o consumo infantil, com baixo conteúdo em sais minerais (com pouca mineralização).
- Utilize exclusivamente água da torneira fervida recentemente, que deverá deixar arrefecer pelo menos até aos 50ºC.

- Para saber o teor de nitratos na água que você utiliza: Com uma tira própria que poderá comprar na farmácia, medir o teor de nitratos da água. Poderá também informar-se acerca disso junto aos serviços do órgão municipal que fornece a água. Os nitratos não devem exceder 50 mg nitratos/litro.

- Ao utilizar água fervida, cuide para nunca ferver mais de uma vez a mesma água. O teor de nitratos que eventualmente existam na água tornaria a aumentar.


Os nitratos

Além de situações como a que aconteceu em Santa Catarina e outros locais, onde depósitos explodiram, os nitratos estão presentes em nosso dia a dia, seja pelo alimentos, seja pela água, pois os fertilizantes são usados em quantidades cada vez maiores.

“Eles provem da utilização excessiva e em constante crescimento de adubos azotados. Os nitratos que assim se formam poluem cada vez mais os lençóis freáticos e não poupam certas fontes de água mineral”.

As chuvas fortes conduzem os excedentes de azoto para os rios e para os lençóis freáticos, esta é a razão porque a poluição causada por nitratos não cessa de aumentar.

“Os nitratos podem transformar-se em nitrosaminas cancerígenas em contato com as aminas dos tecidos do corpo humano. Eles provocam no indivíduo uma patologia chamada metahemoglobina , uma espécie de asfixia do sangue.

Fontes:






QUERENDO, VEJA NESTE BLOG:

http://www.compromissoconsciente.blogspot.com.br/2013/09/bebe-azul-nitrato-de-amonia-e-explosao.html


Riscos para a Saúde - Síndrome do
Bebê Azul causa falta de ar e, em
casos graves, pode levar a morte,
Contaminação vem pela água com
nitrato (nitrito) de amônia.
Bebê Azul, Nitrato de amônia e a explosão em Santa Catarina - Fábrica de Fertilizantes em São Francisco do Sul 

E mais:

http://compromissoconsciente.blogspot.com.br/2011/03/agua-conheca-varios-enfoques-sobre.html

Água! Conheça vários enfoques sobre preservação das águas e contaminação das águas, impactos ambientais e pesquisas


Água limpa, um direito de todos!

Link - http://t.co/Cs0ngIG

Água é tema de extrema importância. Cada vez mais devemos estar atentos para tudo o que diz respeito à preservação e contaminação. Maior fonte de doenças, a água contaminada já é presença em nosso cotidiano. 
Isso tem de mudar!




sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Bebê Azul, Nitrato de amônia e a explosão em Santa Catarina - Fábrica de Fertilizantes em São Francisco do Sul



Riscos para a Saúde - Síndrome do Bebê Azul causa falta de ar e, em casos graves, pode levar a morte, Contaminação vem pela água com nitrato (nitrito) de amônia.

27.setembro - tarde - Nuvens de fumaça oriundas da explosão na fábrica de fertilizantes em São Francisco do Sul foi controlada por uso de Câmera térmica. O comandante do Corpo de Bombeiros afirma que a "câmera térmica tornou o trabalho mais eficiente" - mas a realidade é que em uma explosão contendo nitrato de amônia NÃO DEVE ser utilizada água na contenção, sob pena de ampliar o risco do químico entrar diretamente no solo, tornando-se altamente tóxico para a saúde humana. QUANTO JÁ FOI PARA oa lençóis freáticos? Nunca saberemos. Nunca nos dirão. Cabe à população, novamente, tentar precaver-se como pode, procurando saber de fonte segura a origem da água que bebe (mesmo a mineral, que não é fiscalizada no Brasil!). Não ferver a água das torneiras é uma recomendação, como pode ser verificado no transcorrer deste texto.

27.setembro - noite - Acabei de ver as imagens exibidas no Jornal Nacional do G1 e não há dúvidas: FORAM USADAS AS MANGUEIRAS para acabar a queima química com ÁGUA! Sequer mencionaram a manta térmica oferecida pela Vale. Redobram-se os cuidados! Informam que a maior parte dos resíduos está armazenado em tanques. E todo o demais? Pergunto: PORQUE NÃO AVISAR A POPULAÇÃO para que possa se precaver e, PELO MENOS, não ferver a água antes de ingeri-la???


Bebê Azul, Nitrato de amônia e a explosão em Santa Catarina - Fábrica de Fertilizantes em São Francisco do Sul 

Por Marise Jalowitzki
27.setembro.2013
http://compromissoconsciente.blogspot.com.br/2013/09/bebe-azul-nitrato-de-amonia-e-explosao.html

Os céus ainda estão sob o efeito da explosão na fábrica de fertilizantes em São Francisco do Sul, Santa Catarina, e poucas informações sobre os riscos de intoxicação estão sendo repassados. Considero importante divulgar as informações a seguir, alertando a população atingida (e todas as demais, do entorno) para os riscos, devido à inalação excessiva e, especialmente, transmitidos pela água, em  médio e longo prazo.

As informações oficiais sobre a toxicidade enviada à atmosfera continuam dúbias. Ora, há declarações de que as nuvens não são tóxicas. Depois, já informam o contrário. Dentre as pessoas hospitalizadas, um bombeiro está em estado gravíssimo. A fumaça já invadiu várias cidades de Santa Catarina e Paraná e alcança São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo. Os cuidados precisam ser redobrados, pois o nitrato pode chegar aos lençóis freáticos, contaminando a água. Basta uma chuva para que tal aconteça.

Em abril de 2013 o G1 publicou isto (em matéria referente a uma explosão no Texas):
"Explosões que destruíram no passado fabricas de fertilizantes, como a ocorrida na noite de quarta-feira (17) perto de Waco, no Texas, e na fábrica AZF em Toulouse, na França, em setembro de 2001, em muitos casos envolveram nitrato de amônio, um fertilizante amplamente usado na agricultura.
(*)
O principal perigo da amônia anidra, um dos gases mais solúveis em água, é a sua toxicidade. Como um gás ou líquido é muito irritante para a pele e os olhos, e no sistema respiratório, em contato direto, pode provocar queimaduras graves.

Transcrevo do Wikipedia
Perigos mais iminentes: Por ser oxidante, pode interagir com outros produtos. Quando contaminado com produtos orgânicos ou materiais oxidantes, aquecido, confinado, e ainda sob ação de agentes iniciadores, pode detonar. Risco de ignição ou detonação ao expor o produto ao calor e a materiais incompatíveis.
Perigos físicos e químicos: O Nitrato de Amônio é um forte oxidante. A contaminação pode promover a sua decomposição, tornando-o imprevisível e perigoso. Os contaminantes incluem matéria orgânica, Cloretos, Fluoretos e também alguns metais (exemplos: Cobre, Cromo, Zinco e outros).
Efeitos do produto em animais: A inalação pode causar irritação do trato respiratório, com tosse, dor de garganta e dificuldade respiratória. O contato com o produto pode causar irritação na pele e nos olhos. Exposto a altas temperaturas, devido à decomposição, pode liberar Amônia e gases Nitrosos tóxicos (NOx), capazes de provocar problemas respiratórios agudos.
Efeitos ambientais: É muito solúvel em água, podendo contaminar cursos d’água, tornando-os impróprios para uso em qualquer finalidade. O produto da combustão do Nitrato de amônia é o óxido nitroso, N2O. Este composto é um agravante do efeito estufa, sendo 273 vezes mais nocivo que o dióxido de carbono, CO2. (Xavier, A. Agronomia/UFSM, 2008)
Efeitos na saúde humana: O nitrato de amônio causa irritações nos olhos, na pele e no tratorespiratório. A substância pode afetar o sangue, devido ao íon nitrato,causando uma doença chamada metahemoglobinemia, ou doença do bebê azul (IPCS ICHEM, 2011) 6 .Seus principais efeitos na saúde humana e dos ecossistemas são decorrentes dos compostos secundários que podem ser formados. (Wikipedia)

Governo Federal pede investigação da PF sobre as causas da explosão na fábrica de fertilizantes em São Francisco do Sul. (Foto Gazeta Maringá-PR)


Metahemoglobinemia e a Síndrome do Bebê Azul
A exposição ao nitrato, além de irritar olhos, garganta e provocar ardência no estômago, pode também apresentar problemas a longo prazo, especialmente em Bebês. "Metahemoglobina é incapaz de transportar oxigênio e determina os sintomas de deficiência de cianose e oxigênio. Bebês afetados têm uma cor de pele cinza-azul, começando com os dedos, lábios e outras extremidades e podem tornar-se irritados ou letárgicos, dependendo da gravidade da sua doença. Níveis de metahemoglobina superiores a 50 por cento rapidamente podem levar a coma e morte se a condição não for tratada rapidamente."
".  Muitos casos de “Síndrome do bebê azul” apareceram ao longo dos anos, devido aos níveis elevados de nitrato em água misturada com a fórmula. (...) em um longo prazo, nitratos podem causar diurese, aumento de depósitos ricos em amido e hemorragia do baço se os níveis de exposição de nitrato ultrapassarem as permitidos 50 partes por milhão (ppm)." (http://www.fuguitang.com/qual-o-efeito-negativo-tem-nitratos-em-criancas.html)

"Uma das consequências dessa oxidação é não ter mais a forma disponível do ferro (ferrosa), daí não há disponibilidade para síntese da hemoglobina e das hemácias. (Pode levar à quadro de anemia) Isso acontece em ruminantes por intoxicação por nitrato/nitrito vindo de adubos mal incorporados, ou também por se alimentarem de Brachiaria radicans, rica em nitrato." (Wikipedia)

Essa síndrome também é conhecida como tetralogia de Fallot, ou seja, o coração da criança apresenta 4 características básicas:
1)defeito do septo ventricular (o coração apresenta 4 câmaras, esse septo separa os ventrículos direito e esquerdo que possuem uma musculatura mais desenvolvida e são capazes de impulsionar o sangue para os pulmões e para o resto do corpo, respectivamente)
2)estreitamento da valva pulmonar (por onde passa o sangue que vai para os pulmões ser oxigenado)
3)aorta deslocada
4)espessamento da parede do ventrículo direito (de tanto trabalho que o ventrículo faz para fazer o sangue passar para os pulmões pela valva que está estreitada, ele acaba tornando-se mais espesso e forte)

Logo, há uma grande dificuldade de tornar esse sangue do bebê oxigenado, com isso os tecidos acabam ficando pouco oxigenados e o bebê adquire uma cor arroxeada ( cianose) e sofre de falta de ar.

O excesso de nitrito em águas representa um potencial risco para a saúde, pois pode causar a meta-hemoglobinemia ("síndrome do bebê-azul") em recém-nascidos e mesmo em adultos com particular deficiência enzimática.(http://cms-edgarmagalhaesgomes.blogspot.com.br/2013/01/sindrome-do-bebe-azul-sindrome-tambem-e.html)


salud del bebe
cor azulada aparece nas extremidades dos pés e das mãos e ao redor dos lábios

CUIDADOS COM A ÁGUA CONTAMINADA POR NITRATOS E OUTRAS RECOMENDAÇÕES
"Muitos casos de “Síndrome do bebê azul” apareceram ao longo dos anos, devido aos níveis elevados de nitrato em água misturada com a fórmula.
Bebês de menos de 6 meses devem comer quantidades limitadas de legumes como espinafre e beterraba ou alimentos que contenham aditivos tais como queijos e carnes curadas. Eles precisam beber água de uma fonte previamente testada com o nível de nitratos baixo.
Não ferva a água antes de beber. Isso só irá concentrar o nitrato provocando níveis ainda mais altos. Você não deve dar aos pequenos água purificada com unidades de osmose reversa, mesmo que estes sejam utilizados para remover nitratos de sua água.
A água contaminada por nitrato deve ser evitada, principalmente pelas grávidas, pois pode aumentar o nível de nitratos no leite materno. 
Contate imediatamente o seu médico se você notar alguma mudança na cor da pele de seu bebê, especialmente azul, roxo ou cinza. 
Em caso de dúvida, teste a fonte de água que você bebe normalmente. Não beba a água se ela contiver mais de 10 mg de azoto nítrico por litro." (http://www.fuguitang.com/qual-o-efeito-negativo-tem-nitratos-em-criancas.html)

salud del bebe la cioanosis

Fique atento! Há falta de oxigênio.
salud del bebe la cioanosis
Os testes de diagnóstico

Se o médico suspeitar de que pode haver cianose, examinar o bebê para descobrir a causa. Você pode pedir uma série de testes, se necessário, tais como:
- Os exames de sangue para medir gases no sangue, a hemoglobina, de açúcar no sangue e PH
- Uma radiografia de tórax
- O eletrocardiograma
- Cateterismo cardíaco A
- A saturação de oxigênio monitoramento

Também foi lido: http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,nuvem-atinge-costa-de-sp-sem-perigo,1079280,0.htm
Nuvem não chega ao continente em São Paulo, atingindo o norte de Rio de Janeiro e Espírito Santo


Querendo, veja também: 

Uma solução fácil e totalmente possível.
retira até urânio. 

Como despoluir a água com casca de banana

Por Marise Jalowitzki




Explosão no depósito de
fertilizantes em Santa Catarina
– Síndrome do Bebê Azul –
Incêndio de Nitrato de Amônia
em São Francisco do Sul


Porque não ferver a água com nitratos 

Por Marise Jalowitzki
28.setembro.2013




E mais:


Venenos na Noite

Respirar ar puro é direito do cidadão, garantido por lei - CONAMA - Resolução 003 e 005

Venenos na Noite
Links com diversos temas que incluem: Riscos, perigos, doenças respiratórias e cardiovasculares devido à poluição


Veja também:

Homem Azul, Mulher Prata e Gripe - Eles Existem e foi efeito de um remédio: Prata Coloidal (com video)

Gripe A - Paul Karason, de quase 60 anos, é o Homem Azul

Homem Azul, Mulher Prata e Gripe - Eles Existem e foi efeito de um remédio: Prata Coloidal (com video)

http://t.co/BKdBzrj