quinta-feira, 30 de setembro de 2010

RELAÇÃO DE CANDIDATOS POR ESTADO - LINK DO TSE



RELAÇÃO DE CANDIDATOS
PROCURANDO CANDIDATOS? CLIQUE AQUI!! LINK DO TSE
Marise Jalowitzki

Estou recebendo solicitações de Amigos que querem conhecer quais os candidatos de seu Estado. Assim, referencio o link a seguir, do Tribunal Superior Eleitoral, que dá a nominata de todos os Estados da federação, por cargo.


Para conhecer os candidatos, siga este link: http://divulgacand2010.tse.jus.br/divulgacand2010/jsp/index.jsp


Vai aparecer o mapa do Brasil, igual ao que está na figura deste post. Lá no link, Clique sobre o estado que quer pesquisar.


Abre uma nova janela.


Aparece - Cargos - Selecione qual cargo deseja pesquisar.


Exemplo: Senador


Próxima seleção: Aptos
Vem a lista, podes conferir Nome e Partido.


Escolha 43 e Feliz Votação!!!


Abraços a todos!


Marise

___________________________________________________
Pesquisas full-time: GOOGLE, TERRA, UOL
___________________________________________________


MARISE JALOWITZKI é escritora, consultora organizacional e palestrante internacional, certificada pela IFTDO-USA, pós-graduação em RH pela FGV-RJ, autora de vários livros organizacionais.
marisej@terra.com.br
http://www.compromissoconsciente.blogspot.com/
http://www.marisejalowitzki.blogspot.com/
Porto Alegre - RS - Brasil
___________________________________________________

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

ONDA VERDE DE MARINA SILVA INTERESSA NORUEGA



ONDA VERDE DE MARINA SILVA INTERESSA NORUEGA
Marise Jalowitzki


NORUEGA QUER SABER QUAL A RECEITA PARA O MOVIMENTO MARINA SILVA CRESCER TANTO!!!


Nesta semana fui contatada através de e-mail por Runa Hestmann Tierno, Jornalista norueguesa freelancer/frilansjournalist, Rio de Janeiro.


 Na mensagem, Runa diz que está fazendo uma matéria sobre o sucesso do PV no Brasil.
A matéria vai ser publicada na revista Ny Tid (www.nytid.no) na Noruega no dia 01.10


Não sei o que será publicado do que respondi, mas achei importante compartilhar com os Marineiros, para que repassem aos seus contatos.


As perguntas foram as seguintes:


1) Pelo que entendi, a senhora faz parte do movimento Marina Silva?
2) Porque que o PV (e a MARINA) está tendo tanto sucesso agora? Porque que os eleitores estão gostando e apoiando?
3) Na Noruega, talvez como o único pais da Europa, o partido verde tem pouco apoio na populacão. Qual seria a dica que vc daria para os noruegueses. O que fazer para acertar?
4) Como criar um movimento verde com sucesso?





As respostas que dei:


1) Pelo que entendi, a senhora faz parte do movimento Marina Silva?


Sim! Com satisfação!




2) Porque que o PV (e a MARINA) está tendo tanto sucesso agora? Porque que os eleitores estão gostando e apoiando?


O Brasil está constituído por um grande número de brasileiros sonhadores, idealistas, esperançosos em um mundo melhor, mais coerente e respeitador! Estas pessoas, nas quais eu me incluo, por muito tempo fizeram (e fazem) suas pequenas ações diárias, por vezes individualmente, por vezes em pequenos grupos.


Com o retorno ao "voto livre", após a ditadura militar, as pessoas acreditaram muito na possibilidade de um governo que fosse honesto, criterioso, que não se afundasse em conchavos. Muitos estão decepcionados, vendo morros, casas e pessoas morrerem soterradas por falta de políticas públicas decentes. A questão do incontrolado desmatamento, com um único profissional do IBAMA por centenas de quilômetros, sem a menor chance de efetuar uma supervisão efetiva. O lixo se avolumando e nós, importando lixo europeu... "Fome Zero" não sendo "zerada". Discurso de utilização de energias limpas lado a lado com a extensão da exploração petrolífera. Escândalos políticos e acusações mútuas. Este é o "velho modelo".


Quem QUER efetivamente fazer algo de real, de concreto, está vendo, sentindo, intuindo que este é um momento para intervir e se fazer presente! É o que está acontecendo AGORA! O cidadão está sendo considerado, as pessoas conseguem participar, o acesso às informações acontece naturalmente, há follow-up (retroalimentação) das informações.


Está BOM DEMAIS! Governo é representante do Povo. Povo quer - e precisa - participar para que as coisas aconteçam!




3) Na Noruega, talvez como o único pais da Europa, o partido verde tem pouco apoio na populacão. Qual seria a dica que vc daria para os noruegueses. O que fazer para acertar?


Um movimento como o criado aqui, com a ascensão de MARINA SILVA, mulher simples, de uma coerência e de uma visão pontual, certeira e objetiva, sem ferir, sem atacar, é uma liderança nata. A emersão de um modelo "popular" assim, dispensa "partidarismos" para congregar e unir. Percebo esse fator de LIDERANÇA nova, Liderança do Século XXI, que vários segmentos ainda enxergam como piegas, como o fator mais importante. Hoje, VERDE É MARINA, independente se a pessoa é filiada ao PV, ou não. Não é filiação que importa. Importa é AÇÃO!





4) Como criar um movimento verde com sucesso?


Através de Ações que congreguem, sem excluir ou sectarizar. Os grupos que se formaram em www.movmarina.com.br, por exemplo, não te perguntam se és católico para entrar no grupo Católicos com Marina, ou evangélico, para o Grupo Evangélicos com Marina, ou Espírita, para o Grupo Espíritas com Marina (eu faço parte dos três). É um aprendizado conjunto. Por vezes ainda aparecem comentários mais indignados de internautas, revoltados com alguns desmandos de políticos ainda na gestão. A intervenção da equipe-mor vem tranquila, generalizada: Vamos manter o foco em levar Marina à Presidência, sem ataques ou desmandos! É uma nova maneira, sem agredir. Com objetivos claros. Isso é o que encanta e faz acreditar, novamente, que é possível um mundo mais justo, em igualdade de condições (ou, pelo menos, uma consciência ATIVA E EFICAZ de que isso é necessário)!



Dicas válidas, SIMPLES, que são muito bem aceitas:


- A localização de cada integrante no movimento, ser apresentada no mapa, e cada "bonequinho" integrante ter o nome e o contato, permite que se solidarizem os vizinhos. Gente, isso é uma idéia dez!


- Tornar-se uma "Casa de Marina" como forma de fazer uma propaganda estimulante.


- "Não tem material? Faça você mesm@, tire uma foto e publique aqui, para todos conhecerem."


- "Envie o que você está fazendo a mais!"


- Banner Humano, formando o 43.







(Obs.: Eu já fui filiada ao Greenpeace, há muitos anos, e vi muitos saindo pela questão do "expor-se nus" nas manifestações. Pode ter sido importante há duas décadas, para chamar a atenção, agora não é mais preciso! É meu entendimento!)


Querida Runa, muito honrada com teu contato.


Desculpa a demora no envio.


Espero que ainda dê tempo de aproveitar as idéias.


Fica livre para utilizar o que julgares importante (pois sei que me alonguei. O entusiasmo faz isso! Desperta nosso idealismo nato!


Abraços e MUITO SUCESSO em teu artigo!


Contatos oficiais: equipe@minhamarina.org  ; editorial@movimentomarinasilva.org


Marise Jalowitzki
Escritora e consultora
F.: 51 3516 6424
Porto Alegre - RS - Brasil
http://www.compromissoconsciente.blogspot.com/


___________________________________


Minha foto
Blog http://blondieibrasil.blogspot.com/
Sent: Ter 28/09/10 11:16
Muito obrigada pela ajuda e pelas respostas ótimas!
Abs
Runa H. Tierno
____________________________________
Pesquisas full-time: GOOGLE, TERRA, UOL
____________________________________________________


MARISE JALOWITZKI é escritora, consultora organizacional e palestrante internacional, certificada pela IFTDO-USA, pós-graduação em RH pela FGV-RJ, autora de vários livros organizacionais.
marisej@terra.com.br
http://www.compromissoconsciente.blogspot.com/
http://www.marisejalowitzki.blogspot.com/
Porto Alegre - RS - Brasil
___________________________________________________

COMO VOTAR EM 03 DE OUTUBRO - PASSO A PASSO


COMO VOTAR EM 03 DE OUTUBRO - PASSO A PASSO
Marise Jalowitzki


O passo a passo para uma votação consciente


Recebi um recado de Aline Carla Fernandes, do Movimento Marina Silva solicitando que eu fizesse "uma instrução às pessoas menos esclarecidas, sobre como votar na Marina e nos partidos da sua coligação, principalmente no PV, pois precisamos de Marina no Planalto, porém, precisamos dar-lhe sustentação pra ter governabilidade".



Bem, Aline, e para todos que quiserem divulgar, aí vai:


COMO VOTAR EM 2010


No dia 03 de Outubro, APENAS um Documento de Identidade COM FOTO.
Identifique-se e dirija-se à urna. Esta é a máquina:




E estas são as teclas: BRANCO, CORRIGE (LARANJA) e CONFIRMA (VERDE)




P.S.Desista de votar em branco! Pressionar a tecla “BRANCO”  não adiciona nada para a melhoria do nosso país!
 
Pegue sua "Cola" (papel com suas escolhas)


O primeiro quadro que vai aparecer é este (com 5 espaços):




Digite o número do candidato que você escolheu para Deputado Estadual. Vai aparecer o nome e a foto do candidato escolhido (A Figura a seguir é só um exemplo)




Se "OK", aperte a tecla CONFIRMA (cor VERDE):






Se não é o que você quer, aperte CORRIGE (cor LARANJA) e recomece.






Se decidiu por nenhum candidato, digite apenas a sigla do Partido (43)









Aperte CONFIRMA (VERDE)








Você ouve um pequeno som e, a seguir, vai aparecer o próximo quadro, desta vez com 4 espaços. É para DEPUTADO FEDERAL.






Faça da mesma forma que antes. Digite o número do candidato que você escolheu para Deputado Federal. Vai aparecer o nome e a foto do candidato escolhido.


Se decidiu por nenhum candidato, digite apenas a sigla do Partido (43)







 Aperte CONFIRMA (VERDE).
Você ouve novamente um pequeno som e, a seguir, vai aparecer o quadro seguinte, desta vez com 3 espaços. É para SENADOR(A).


Cada estado elege 2 Senadores. Portanto, você irá votar em dois candidatos para Senador. Ao digitar os números de seu primeiro candidato, irão aparecer 3 fotos:
- A primeira, do seu candidato a Senador(a)
- As outras duas fotos (pequenas, abaixo) são dos suplentes. 




Com o segundo candidato é a mesma coisa.

E lembre-se: Para Senador não vale voto em legenda! A eleição de um senador, assim como de presidente, governador e prefeito, se dá majoritariamente, ou seja, apenas se leva em conta quem recebeu o maior número de votos esquecendo os partidos.

Aperte CONFIRMA (VERDE)






Você ouve novamente um pequeno som e, a seguir, vai aparecer o quadro seguinte, desta vez com 2 espaços. É para GOVERNADOR(A).


Você digita os dois números, aparecerá na tela também o nome e a foto do vice-governador. Logo em seguida tecle “CONFIRMA”.


Para finalizar sua votação nas Eleições 2010, vem aí o seu voto mais importante: é o voto para Presidente da República.


Esta tela contém dois espaços, onde você digita o número do seu Candidato a Presidente (43).


Na tela aparecerá a foto de MARINA SILVA e a de GUILHERME LEAL, o vice-presidente.




Voto Consciente, tecle “CONFIRMA”.





Após, a urna eletrônica irá apresentar um sinal, e em seguida a opção “FIM”.


PRONTO! TEM INÍCIO UM NOVO MOMENTO NO BRASIL, DE DESENVOLVIMENTO COM RESPONSABILIDADE SOCIAL E AMBIENTAL!!! MARINA SILVA PRESIDENTE!!!


VIVA BRASIL!!!!

Fonte: Portal da Justiça Eleitoral: http://www.justicaeleitoral.gov.br/eleitor/voto-de-legenda
Pesquisas: Terra, UOL, NF10
____________________________________________________

MARISE JALOWITZKI é escritora, consultora organizacional e palestrante internacional, certificada pela IFTDO-USA, pós-graduação em RH pela FGV-RJ, autora de vários livros organizacionais.
marisej@terra.com.br
http://www.compromissoconsciente.blogspot.com/
http://www.marisejalowitzki.blogspot.com/
Porto Alegre - RS - Brasil
___________________________________________________

terça-feira, 28 de setembro de 2010

QUATRO VEZES VITORIOSA




QUATRO VEZES VITORIOSA
Por Gabriel Novis Neves




A então ministra do Meio Ambiente driblou a morte quatro vezes para ser enterrada simbolicamente por militantes ecológicos. Os desenvolvimentistas a acusam de inimiga do progresso. Os ambientalistas, de traidora da causa. Afinal de contas, quem é ela?


Uma seringueira, nascida a 70 km da cidade de Rio Branco, em casa construída sobre palafitas, que conseguiu vencer a morte por quatro vezes, dona de uma fé inabalável, de uma determinação invejável, de condutas éticas inquestionáveis - está preparada para ser a Presidente do Brasil.


Em recente artigo escrevi que a Marina “salvou-se do analfabetismo aos 16 anos, e depois fugiu da morte.” Muitos contestaram a minha segunda afirmação. Estamos familiarizados, infelizmente, com o analfabetismo, e temos inúmeros exemplos de pessoas que conseguiram se salvar deste flagelo até com mais idade. Agora, um médico dizer que alguém fugiu da morte? Causou espanto e incredulidade em muito leitores. As críticas vieram de todos os lados. Até de leviano e antiético fui chamado. “Ah! Dá licença! Já é demais!" Esse tipo de comentários eu recebi aos montes.




Agora, digo a vocês que a Marina não enganou e fugiu da morte somente uma vez, mas quatro vezes. E, depois dessa incrível façanha, teve um enterro simbólico – vejam só a ironia do destino.




Conheço bem a história da minha vizinha amazônica seringueira. O seu jogo de vencer a morte começou quando ela tinha apenas 16 anos. Depois foi vencedora do mesmo jogo aos 19 anos. A seguir, já adulta, em 1991, quando exercia o mandato de deputada estadual, outra vitória. E por fim em 1994, como senadora, malogrou a intenção da senhora morte pela quarta vez. Em 2007 teve o seu enterro simbólico em Belo Horizonte organizado pelos ambientalistas que a acusavam de traidora da causa. No dia 23 de março de 2007, o caixão de Marina Silva percorreu algumas ruas da cidade num cortejo fúnebre promovido por ambientalistas. Tratava-se de uma encenação, um protesto contra a transposição das águas do rio São Francisco.  Hoje, esses mesmos ambientalistas a apóiam em sua jornada.




Em rápidas palavras relatarei o calvário da Marina. Aos 16 anos teve uma hepatite, mas foi tratada como malária. O caso era grave e uma tia de Marina escutou o prognóstico do médico: “A alma dessa menina já está no inferno”. Ao saber disso Marina falou: “Eu não morro de jeito nenhum.” Após um ano de tratamento em casa, com o fígado destruído, mudou-se para Rio Branco, capital do Acre, abandonando o seringal em que trabalhava extraindo borracha. Curou-se.




Aos 19 anos, foi acometida por nova hepatite. Diante da gravidade do caso, foi internada. Outra vez o prognóstico negativo do médico: “Ela tem cirrose e vai morrer”. E Marina novamente disse: “Vou morrer nada!” Saiu do hospital, após assinar um termo de responsabilidade, e, com a ajuda de um religioso, mudou-se para São Paulo para tratar da saúde. Curou-se.




Como deputada estadual, em 1991, nova provação. A morte outra vez sondava a sua vítima. Depois de inúmeros exames foi diagnosticado contaminação por mercúrio. Resultado dos pesados remédios tóxicos que tomara para curar uma leishmaniose. Muito debilitada mudou-se para a casa da sogra em Santos.




Durante o tratamento Marina fica grávida. Sentenciada de novo pelos médicos: “Ela não vai sobreviver ao parto.” E a resposta: “Não morro de jeito nenhum”. Teve parto prematuro, e salvou-se.




Como senadora, em 1994, o estado de saúde de Marina continuava merecendo atenção. Muito debilitada foi para os Estados Unidos e internou-se no Massachusetts Hospital. Não melhorou. Retornou ao Brasil e escutou de seu médico particular: "A senhora não precisa de um médico. A senhora precisa de um milagre".




Um milagre realmente salvou Marina das quatro mortes profetizadas. Mas, neste milagre, a participação de Marina foi fundamental. Criou o seu mantra – “não morro de jeito nenhum”.


De acordo com Mahatma Gandhi “o mantra se torna o cajado da vida de uma pessoa e a carrega através de cada provação. Tem o poder de alterar o nosso estado de consciência e entrar nos planos espirituais superiores e fazer as coisas virem em nossa abonação, ou seja, controlar o nosso próprio destino.”


Uma seringueira, nascida a 70 km da cidade de Rio Branco, em casa construída sobre palafitas, que conseguiu vencer a morte por quatro vezes, dona de uma fé inabalável, de uma determinação invejável, de condutas éticas inquestionáveis - está preparada para colher mais uma Vitória - Ser a Presidente do Brasil.


________________________________________
*Gabriel Novis Neves é médico obstetra, professor-fundador, primeiro reitor da Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT
____________________________________


Texto enviado por Eliana Crivellari, do Movimento Marina Silva -
Conheça, participe e divulgue - http://www.minhamarina.org.br/blog/
Conheça, divulgue e crie a Sua Página - http://www.movmarina.com.br/
_____________________________________


Leia também, do mesmo autor, neste blog: http://compromissoconsciente.blogspot.com/2010/09/marina-sabe.html

domingo, 26 de setembro de 2010

CONVITE: CONHEÇA MARINA SILVA!

Convite




Este é um convite para participar do Movimento Marina Silva!

Só podemos formar opinião após conhecer seu Programa.



Se quiseres, vem junto!



Convido para entrar no Movimento Marina Silva e unir ações para levar Marina Silva ao 2º Turno!



O site para se inscrever e receber notícias é: http://www.minhamarina.org.br/

O site para interagir (tem um grupo em teu estado) é : http://www.movmarina.com.br/



Abraços e Felicidades!

Marise Jalowitzki

Escritora e Consultora

http://www.compromissoconsciente.blogspot.com/

Porto Alegre - RS

____________
Pesquisas full-time: GOOGLE, TERRA, UOL
____________

sábado, 25 de setembro de 2010

Dia 24 de Setembro - Mais um Dia Feliz!!!


Dia 24 de Setembro - Mais um Dia Feliz!!!
Marise Jalowitzki


24 de Setembro foi mais um dia feliz!

Marina passou 2 horas aqui, no Rio Grande do Sul, recebendo o apoio de Pedro Simon, um ícone da história política do Rio Grande do Sul e do Brasil, desde o surgimento, em 1964, do MDB, depois, PMDB.


Ver o abraço dos dois é um símbolo tão valioso! Milhares de gaúchos irão aderir à Marina por esta decisão de Simon.

Obrigada, Simon! Pela tua história pautada na coerência e na honestidade!





A segunda notícia feliz deste dia de primavera, foi ver como um pequeno galho, que passou todo o inverno em "hibernação" a chamada época da dormência, de repente, despontou com várias folhas e minúsculos botõezinhos: é uma parreira que arrisquei plantar em abril e que estou cultivando em meu pequeno terraço! O que isso tem a ver com este artigo! A esperança, o tempo certo, a surpresa feliz que a vida pode oferecer a qualquer momento! Como esse momento que estamos vivendo agora, em termos políticos. Quando tudo parecia correr pelos velhos e desgastados trilhos, surge uma voz ética, sensível aos problemas, compromissada com valores que pareciam perdidos. A Voz de Marina Silva!


A terceira notícia feliz foi um comentário de uma nova Amiga Verde que leu um de meus artigos e declarou:


"Nossa... como é bom entrar em contato com pessoas que acreditam, pessoas apaixonadas pelo que fazem. Porque é nisso que eu acredito, que devemos nos apoiar pra seguir em frente sempre... Belo texto. Estou conhecendo o blog agora, e pretendo acompanhar e divulgar daqui pra frente!


Parabéns Marise
Grande abraço
Débora San Martin Rolim Ribeiro
Estudante de Psicologia-UNIFRA/Santa Maria/RS"


Gente! É um novo amanhecer! As pessoas estão se solidarizando, se sensibilizando... e agindo, juntas, em prol do Brasil que queremos!!!


Tem mais! Sim, tem!
A quarta notícia feliz aconteceu no almoço.
Sempre primei por não influenciar as pessoas em suas decisões, tipo pressão. Tenho alegria em esclarecer, em apresentar dados e fatos, em dividir idéias. Nunca "forçar" o outro para um ou outro lado. Como agora, nas eleições, tentar pressionar para o voto em determinada pessoa. Isso, não.


Filha e genro vieram com sua família almoçar. Perguntei:
- Meu genro, em quem vais votar para presidente!!
- Marina!
- Marina! - respondi - Que legal!! Não sabia!
A filha, vestindo uma linda blusa verde, com uma rosa verde em destaque no peito, continuou servindo seus filhotes e, naturalmente, arrematou:
- Desde o início! Desde o início, quando eu comuniquei que meu voto é Marina, ele já respondeu: É minha candidata, também!


O almoço foi uma linda celebração!



Que Deus abençõe o alimento de todos e a decisão certa dos brasileiros em 03 de outubro - MARINA 43!!!


_______________________________________




Senador Pedro Simon, do PMDB, anuncia apoio a Marina Silva
http://www.minhamarina.org.br/blog/2010/09/senador-pedro-simon-anuncia-apoio-a-marina/


O senador Pedro Simon, presidente do PMDB gaúcho, anunciou seu apoio pessoal a Marina Silva durante visita da candidata do PV a Porto Alegre. Com sua decisão, Simon rompeu a neutralidade que o PMDB do Rio Grande do Sul vem mantendo na disputa presidencial, apesar da existência da aliança entre o PT e o PMDB nacionais em torno da candidatura de Dilma Rousseff (PT).


“Não podemos decidir estas eleições no primeiro turno, em meio a todas estas crises”, disse Simon ao explicar sua decisão de apoiar Marina a nove dias da eleição.
“Eu sempre digo que vou governar com os melhores do PSDB, os melhores do PT, dos partidos de tradição democrática, do PDT… E quando me refiro ao PMDB, eu cito o Simon”, disse Marina. “O Pedro Simon representa aqueles políticos que se mobilizam por projeto, por proposta, por visão de pais, e eu digo que essas pessoas existem. É por isso que a minha opção foi de não fazer alianças pragmáticas e sim buscar uma aliança com os núcleos vivos da sociedade.”
____________________________________________________


MARISE JALOWITZKI é escritora, consultora organizacional e palestrante internacional, certificada pela IFTDO-USA, pós-graduação em RH pela FGV-RJ, autora de vários livros organizacionais.
marisej@terra.com.br
http://www.compromissoconsciente.blogspot.com/
http://www.marisejalowitzki.blogspot.com/
Porto Alegre - RS - Brasil
___________________________________________________

Pesquisas full-time: GOOGLE, TERRA, UOL
___________________________________________________

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

FALANDO O QUE SINTO! - Marina na UCB



FALANDO O QUE SINTO! - MARINA NA UCB
Marise Jalowitzki

Sobre a necessária mudança de postura dos brasileiros
Sobre o que é dever, o que é favor, o que é direito


O Horário Eleitoral Gratuito continua com o velho discurso:
"- Nós vamos fazer por você!"
"- É a candidata que a gente precisa!"
"- Ele vai continuar fazendo por nós!"
"- Ela vai olhar por nós!"
"- Deus lhe abençõe pelo que vai fazer pelos pobres!"
"-... É a nossa Mãe!"
"- Ele foi o único que lembrou da gente!"
"- Se não fosse ele, o que seria de nós?"

E por aí vai. Grandes closes de pessoas humildes chorando, embargando a voz, curvadas e agradecidas... Tenho comentado sobre essa atitude servil do povo desprovido em muitos de meus artigos e falas. Precisamos mudar isso. Você, eu, vamos começar a tratar melhor todas pessoas que nos rodeiam, para que uma onda de dignidade possa tomar conta de todos. Só assim as coisas vão começar a mudar para melhor. Atitude.

Com relação aos políticos e funcionários públicos, a coisa precisa de uma sacudida estrutural. Gente, se somos nós quem pagamos os salários e outros benefícios dos políticos e demais funcionários públicos, como manter um comportamento de quem está sendo beneficiado? É direito do cidadão receber retorno por aquilo com que ele mesmo contribui! Há uma inversão histórica nisso!

- INSS - Nas filas de INSS a grande maioria adota essa mesma postura: humildade, servilismo, como se estivessem recebendo "amostras grátis" muito especiais. Mesmo que esperem horas e horas nos bancos e corredores.

- Escola Pública - Quem põe os filhos em escola pública leva o sentimento de estar em uma instituição menos favorecida, inferior, e conforma-se: "afinal, é o que se pode fazer!"...

- Aposentadoria - Após haver contribuído por décadas, quase a vida inteira, o salário-aposentadoria vem defasado sobre o que se pagou, e ainda é chamado de "benefício"...

- Defensorias públicas com corredores enormes e cadeiras distantes do lugar de atendimento e atendentes (na maioria) mal humorados.

Há agora mesmo uma propagando chorosa, onde o homem tira o chapéu para cobrir o rosto, tão fortes saem os soluços. Mesmo o candidato declarando "O senhor não precisa chorar", é esse epidódio que é escolhido para ir ao ar!!? Musiquinhas tristes, melancólicas, de fundo, completam o conhecido quadro para emocionar ingênuos. Para tentar perpetuar o papel de benemérito, de beneficência. Direito é Direito, não favor!

Tenho de sorrir da audácia de alguns candidatos que afirmam a sua prioridade ser o "humano". E, se não fosse, seria o que??

Aí, que bem que faz ouvir uma fala que condiz com o que pensamos e sentimos! Assim, esse artigo não será apenas de cunho denunciativo, educativo, será, também, de concordância com Marina. Marina é uma candidata que se dispõe a mostrar aos que ainda não sabem, quais são os seus direitos. E ensinar que, para usufrui-los, a atitude coerente é a da dignidade.

Na noite desta quinta-feira (23.09), em debate realizado na Universidade Católica de Brasília, Marina Silva declara:

"É possível fazer políticas públicas cidadãs, em que as pessoas recebam os serviços, as prioridades, como um direito, e não como se fosse um favor”, sendo muito aplaudida pelos presentes ao debate. Marina disse que, em seu governo, não fará “alianças pragmáticas”, mas sim “alianças programáticas com os núcleos vivos da sociedade”.

“O meu compromisso, é que não haverá um Estado provedor, que faz as coisas para as pessoas, e nem apenas um Estado fiscalizador, que pensa que basta fiscalizar. Será um Estado mobilizador, do melhor de si e do melhor da sociedade”, disse.

MARINA É A VOZ QUE MUDA!
“É fundamental”, disse a candidata em suas considerações finais, “que tenhamos um segundo turno, para pensar duas vezes e ouvir duas vezes o Brasil que nós queremos”.

Leia o artigo na íntegra:
http://www.minhamarina.org.br/blog/2010/09/servicos-do-estado-sao-um-direito-do-cidadao-nao-um-favor-afirma-marina-em-debate-da-cnbb/

____________________________________________________
MARISE JALOWITZKI é escritora, consultora organizacional e palestrante internacional, certificada pela IFTDO-USA, pós-graduação em RH pela FGV-RJ, autora de vários livros organizacionais.
marisej@terra.com.br
http://www.compromissoconsciente.blogspot.com/
http://www.marisejalowitzki.blogspot.com/
Porto Alegre - RS - Brasil
___________________________________________________

Pesquisas full-time: GOOGLE, TERRA, UOL
___________________________________________________

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

MARINA SABE!!! - Por Gabriel Novis Neves


MARINA SABE!!!
Gabriel Novis Neves


Introdução:
Quando a Amiga Eliana enviou o texto do professor Gabriel, eu soube que tinha em mãos uma pérola de um decano da Educação Brasileira. Com zelo e carinho, transcrevi as palavras em meu blog, com o reconhecimento a quem tanto fez pelos alunos da UFMT. Gabriel Novis Neves é professor-doutor, fundador e primeiro reitor da Universidade Federal do Mato Grosso - UFMT.


Consciência e compromisso são Sabedoria!


A ele e a Lili, meus agradecimentos!






Eis o texto:
MARINA SABE!!!
Gabriel Novis Neves


"Quando a Marina Silva esteve em Cuiabá e fez uma palestra na antiga Universidade da Selva - hoje Universidade Federal de Mato Grosso - escrevi o artigo “Marina sabe?”


Hoje, assistindo ao vivo pela televisão o pronunciamento da Marina como candidata à Presidência do Brasil, eu tive a minha indagação plenamente respondida: Marina sabe! – só sabe, não! Ela simplesmente sabe demais! Fiquei até um pouco envergonhado sobre o artigo que escrevi naquela época.
O seu discurso de aproximadamente cinquenta minutos, foi totalmente diferente dos discursos burocráticos dos políticos profissionais e técnicos soberbos. A menina do Acre falou com o coração para o coração dos brasileiros. Foi de uma humildade! Aliás, uma das suas características. Disse que teria durante a palestra a postura de uma professora de ensino médio. Nada ensaiado. Apresentou-se aos brasileiros como eles são. Microfone na mão direita, roteiro na tribuna, falou a maior parte de improviso, exatamente para a população brasileira conhecê-la. Andou o tempo todo no palco do auditório alugado, colocando e tirando os óculos, muitas vezes com a mão esquerda na cintura. Parecia a minha professorinha da Escola Modelo Barão de Melgaço.


Essa postura despojada da Marina faz o encantamento de muitos brasileiros.


Acredito no poder de comunicação da televisão e no bem que a sua candidatura representa para o Brasil. De imediato nos salvou de uma eleição plebiscitária entre os oitos anos do sociólogo e os oito do metalúrgico. Teríamos um resultado falso positivo para o futuro do país. Marina reconheceu os méritos do professor com o Plano Real e do operário com a distribuição de rendas. Mas lembrou que muito deixou de ser feito. A meta mais importante do seu governo será continuar o que deu certo, e criar oportunidades a todos os brasileiros.


Hoje toda criança pode chegar à escola, porem essa presença não cria oportunidades. O que proporciona oportunidade é a escola de qualidade, que valoriza o professor com programas de educação continuada, condições de trabalho e bons salários. Essa escola nós ainda não temos e continuamos, portanto, negando oportunidades aos jovens brasileiros.


A história de vida da Marina é uma história da vitória da oportunidade. Oportunidade para estudar e oportunidade para viver. Salvou-se do analfabetismo aos dezesseis anos e depois de morrer vítima das doenças tropicais. Uma ex-seringueira negra e pobre teve oportunidade numa escolinha de qualidade no Acre. Um rapaz classe média de São Paulo estudou na excelente USP, encontrando oportunidade de ficar rico com ética, é o seu vice.


Que diferença produz na vida das pessoas uma escola de qualidade! A elite econômica não reconhece que a prioridade deste país chama-se oportunidade para todos. Acusam os pobres injustamente de não trabalharem, pois eles, os ricos, trabalham muito e ganham muito dinheiro, o que é pelo menos uma injustiça para aqueles cuja oportunidade foi negada.


Marina defendeu o meio ambiente e denunciou um ato de traição que está sendo discutido no Congresso Nacional pelo rolo compressor do governo, para absolver aqueles que destruíram as nossas florestas, mataram os nossos peixes e condenaram a morte, muitos dos nossos rios. É um perdão que os financiadores de campanhas políticas não merecem, mas os futuros beneficiados dizem que o momento da anistia é este. Marina é uma candidata diferente pela sua espontânea sinceridade geradora da credibilidade, que tanta falta faz aos outros. É a candidata da floresta, que caminha olhando para trás para não cometer o erro do passado e construindo o futuro seguro para nossa gente.


Daí o encantamento que produz nos jovens, velhos, pobres, ricos, intelectuais, profissionais liberais, professores, religiosos, ateus, empresários, favelados, excluídos sociais, negros, brancos, índios, e com certeza chegará ao centro das decisões eleitorais, que é o coração do eleitor. Falta pouco para Marina chegar ao segundo turno. Basta somar mais uns pontinhos que o cidadão consciente já está concedendo. Em eleições costuma vencer a emoção.


E emoção Marina tem para abastecer o mercado interno e externo. Marina sabe e muito! A história da sua vida é o seu Plano de Governo".


_____________________________________
*Gabriel Novis Neves é médico obstetra, professor-fundador, primeiro reitor da Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT
_____________________________________


Texto enviado por Eliana Crivellari, do Movimento Marina Silva -
Conheça, participe e divulgue -  http://www.minhamarina.org.br/blog/
Conheça, divulgue e crie a Sua Página - http://www.movmarina.com.br/

_____________________________________
Pesquisas full-time: GOOGLE, TERRA, UOL

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

"A CAVERNA" DE PLATÃO - CONTINUÍSMO E ACOMODAÇÃO



"A CAVERNA" DE PLATÃO
CONTINUÍSMO E ACOMODAÇÃO

Marise Jalowitzki


A Caverna de Platão.
É preciso olhar com olhos novos o cenário já conhecido, para que novas soluções apareçam!

Transcrevo novamente a sinopse da história e reproduzo a magistral versão de Maurício de Souza, onde o Piteco é o "evangelista" (o que traz as Boas Novas). Muito utilizei estas imagens que compilei a partir de uma revistinha da filha.
Com certeza, cada um irá enxergar aquilo que quiser ver.

Em "A Caverna" de Platão, os moradores de uma caverna, sem nunca terem enxergado o sol, a natureza, o ar puro, ficavam o dia inteiro sentados frente a um muro transparente, vendo as "figuras" passar, brigando entre si, na tentativa de ter a melhor explicação. Até que chega um personagem que convida:

- Venham, venham aqui para fora! Aqui tem Luz, tem ar puro, tem VIDA! Outros animais, situações de verdade!

Eles titubeiam. O personagem quase os arrasta para fora da caverna, pois quer lhes proporcionar a visão da vida real, quer que eles interajam com o que realmente acontece. No primeiro impacto, eles o xingam, reclamam e agridem, pois a luz lhes machuca os olhos, não estão acostumados com o sol, com a realidade. Depois, aos poucos, vão se acostumando; vivem e convivem. Só que a cabeça deles não mudou. E, em pouco tempo, mesmo estando livres da caverna, acabam incorporando os velhos hábitos: Agora é um sofá, a televisão, o fastfood, a alienação e a rotina introjetada sob o nome de conforto, sem atenção para perceber o que está acontecendo perto.

Algo parecido com o que estamos vivendo!!!???

Urge olhar com olhos novos o cenário já conhecido, para que novas soluções apareçam! E começar já! "




A Caverna de Platão Por Mauricio de Souza







Temos um vício de acomodação, inerente à nossa natureza. Por isso a necessidade da "manutenção do incentivo". De tempo em tempos, em eventos programados e continuados, é preciso reavivar o que foi dito, reavivar a "chama" da Motivação.

Sempre que surge alguém para contar de novo algo que até já sabemos, surge também um novo significado. Motiva para uma nova ação.


Muito utilizei esta história em grupos de Desenvolvimento Humano, scaneando do próprio gibi. Quem participou de meus cursos deve lembrar. Vale a reflexão!
Leia neste blog o texto que originou este: http://ning.it/aAXn8P
Pesquisas full-time: GOOGLE, TERRA, UOL
____________________________________________________
MARISE JALOWITZKI é escritora, consultora organizacional e palestrante internacional, certificada pela IFTDO-USA, pós-graduação em RH pela FGV-RJ, autora de vários livros organizacionais.
marisejalowitzki@gmail.com
http://www.compromissoconsciente.blogspot.com/
Porto Alegre - RS - Brasil
___________________________________________________

terça-feira, 21 de setembro de 2010

CONTINUÍSMO E CARTAS MARCADAS, JÁ BASTA!!! O NOVO MODELO É MARINA!


CONTINUÍSMO E CARTAS MARCADAS, JÁ BASTA!!!
O NOVO MODELO É MARINA!
Marise Jalowitzki

Eleições, cada um enxerga aquilo que quiser ver.
É preciso olhar com olhos novos o cenário já conhecido, para que novas soluções apareçam!
"A Caverna" de Platão

Torço para que mais e mais pessoas queiram olhar a situação de frente e tomar uma posição efetiva, pontual, como está a exigir o momento presente: do Estado, do País, da América Latina, do Planeta. É um pensar global que aponta para a necessidade urgente de adotar medidas prioritárias. Quem fala nisso nessas eleições: Marina Silva - do PV e Plínio, candidato do PSOL.

José Serra e Dilma são o continuísmo: ataques mútuos e a apresentação espetacular de um Brasil já pronto. Nisso, a candidata está em um deslumbramento só; e seu padrinho, o atual presidente, chega a ter momentos de pura euforia no auto endeusamento em que se absorveu. É triste assistir a um movimento de tal proporções, esbarrando todos os dias nas dificuldades que assola um número tão grande de brasileiros. Em contrapartida, nas pesquisas e propagandas apresentados pela situação, sobe a cada dia o número dos "milhões de brasileiros" que saíram da pobreza para a "classe média". Nessas declarações, agiganta-se o número de empregos com carteira assinada, lado a lado com o resultado das estatísticas do IBGE, que comprova o número crescente e alarmante de desemprego.

Com certeza, cada um irá enxergar aquilo que quiser ver.

Lembro da famosa "A Caverna" de Platão, em que os moradores de uma caverna, sem nunca terem enxergado o sol, a natureza, o ar puro, ficavam o dia inteiro sentados frente a um muro transparente, vendo as "figuras" passar, brigando entre si, na tentativa de ter a melhor explicação. Até que chega um personagem que convida:

- Venham, venham aqui para fora! Aqui tem Luz, tem ar puro, tem VIDA! Outros animais, situações de verdade!

Eles titubeiam. O personagem quase os arrasta para fora da caverna, pois quer lhes proporcionar a visão da vida real, quer que eles interajam com o que realmente acontece. No primeiro impacto, eles o xingam, reclamam e agridem, pois a luz lhes machuca os olhos, não estão acostumados com o sol, com a realidade.

Depois, aos poucos, vão se acostumando; vivem e convivem. Só que a cabeça deles não mudou. E, em pouco tempo, mesmo estando livres da caverna, acabam incorporando os velhos hábitos: Agora é um sofá, a televisão, o fastfood, a alienação e a rotina introjetada sob o nome de conforto, sem atenção para perceber o que está acontecendo perto.

Algo parecido com o que estamos vivendo!!!???

Urge olhar com olhos novos o cenário já conhecido, para que novas soluções apareçam! E começar já! Como é que se fizeram reformas no Planalto sem que se levasse em consideração a utilização das alardeadas energias renováveis!!!??? Mostra o quanto o discurso está longe da prática!

Marina tem uma trajetória importante pela frente, independente do resultado das eleições do dia 03 de outubro. Este caminho por ela escolhido já conta com milhões de pessoas trilhando também. Ninguém mais cala essas vozes. Mesmo tentando isolar a candidata nos debates públicos, nos minúsculos horários concedidos, a cada dia mais e mais pessoas estão decidindo retirar as vendas que cobrem os olhos e despertar.

É o caminho que as condições mundiais, de preservação e interesse coletivo, impõem. Lucro exagerado para bem poucos, ao lado de fendas gigantescas de miséria e exclusão para muitos, nunca mais! Xingamentos, acusações mútuas, exposição de podres, sem apresentar projetos sólidos e confiáveis, disso, já estamos cansados há muito, muito tempo!

MARINA É A PROPOSTA SUSTENTÁVEL !
______________________________________________

Leia:
Notícias » Eleições » Eleições 2010 » Eleições 2010

Com disputa entre PT e PSDB, Marina fica isolada em debate

13 de setembro de 2010 • 00h22 •
Filippo Cecílio
Direto de São Paulo
O debate Folha/RedeTV! realizado no domingo (13) com os presidenciáveis foi marcado pela forte polarização entre os candidatos Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB). A senadora Marina Silva (PV) por muitas vezes ficou isolada, recebendo perguntas de seus concorrentes apenas quando não havia outra opção de acordo com as regras pré-estabelecidas pelo evento.
A disputa principal do debate ficou centrada na questão da quebra de sigilo fiscal de pessoas ligadas a José Serra e outros desmandos do governo do PT. Sobre isso, Marina foi taxativa: "é denúncia para todos os lados. Todo mundo tem um mensalão para chamar de seu. Todo mundo tem um sigilo violado para chamar de seu. É uma situação grave, quando deveríamos estar discutindo o que acontece no País".

Numa tentativa de marcar presença no debate, Marina adotou uma postura mais severa do que a habitual, fazendo ataques fortes aos seus adversários. "Temos uma situação em que não dá para ficar fazendo teatro. Tem que ser verdadeiro. O que não dá para fazer é ficar sorrindo para as câmaras quando temos uma situação dessas", afirmou.

A candidata do PV considerou que em certos momentos o debate pendeu para o lado da baixaria e que a discussão foi pautada pelo interesse imediato de ganhar votos. Segundo ela, esse tipo de atitude "esvazia e banaliza" os problemas que estão sendo identificados na eleição.



Marina - passou de 10 para 11% nas intenções de voto.


Pesquisas full-time: GOOGLE, TERRA, UOL
___________________________________________________

MARISE JALOWITZKI é escritora, consultora organizacional e palestrante internacional, certificada pela IFTDO-USA, pós-graduação em RH pela FGV-RJ, autora de vários livros organizacionais.
marisej@terra.com.br
http://www.compromissoconsciente.blogspot.com/
http://www.marisejalowitzki.blogspot.com/
Porto Alegre - RS - Brasil
____________________________________________________

domingo, 19 de setembro de 2010

Jovens, Adotem o CCP!!! - Criando Consciência Política

Os políticos são nossos fornecedores. Somos nós que pagamos, através de nossos impostos, o salário e todos os demais benefícios que eles recebem. Eles chegam lá por suas promessas de campanha e pelo nosso voto. Como não cumprir o que prometem??!! O conhecimento, a escolha, o voto, o acompanhamento e a cobrança é que constituem o processo que chamo de CCP - Criando Consciência Política.

JOVENS, ADOTEM O CCP!!! - Criando Consciência Política

Por Marise Jalowitzki
http://compromissoconsciente.blogspot.com.br/2010/09/jovens-adotem-o-ccp-criando-consciencia.html

Em tempos de desrespeito, desmatamento, destruição, mudanças aceleradas onde pouco ou nada podemos interferir, coisas que ficamos sabendo, na maioria das vezes DEPOIS que acontecem, onde tantas coisas carecem de ações imediatas, já remediativas, para não acelerar o caos, é importante criar um interesse que ainda não é muito estimulado em nossos lares: A Consciência Política.

Não é tão chato assim. Assista o "Otário Eleitoral Gratuito" e ria muito. E, também, reserve um pouco de seu tempo para assistir ao "Horário Eleitoral Gratuito" e ouvir o que dizem os candidatos. A internet e todos os demais recursos de que dispomos atualmente, possibilitam um acompanhamento dos candidatos, para que se possa cobrar ações concretas deles, mais tarde, quando eleitos e acabar com a falta de compromisso de quase todos os que lá estão.

Temos de fazer a nossa parte.

O Brasil e seus eleitores, precisam sair da condição de "pedintes" e passar a agir e ser tratados como clientes. Os políticos são nossos fornecedores. Somos nós que pagamos, através de nossos impostos, o salário e todos os demais benefícios que eles recebem. Eles chegam lá por suas promessas de campanha e pelo nosso voto. Como não cumprir o que prometem??!! O conhecimento, a escolha, o voto, o acompanhamento e a cobrança é que constituem o processo que chamo de CCP - Criando Consciência Política.

Divulgue essa ideia e pratique!


Um pouco do histórico do Brasil, na minha ótica

1964 a 1986 = Os avós de hoje são "a geração boca fechada". Eu tinha 11 anos em 1964 e, de uma hora para outra, ninguém mais podia falar em governo, em candidato, brincar com a vassoura-símbolo-de-Jânio. Ele mesmo saiu em pouco tempo e o silêncio imperou. Eu perguntava a meus pais porque o uso da bandeira estava proibido e qual era, afinal, o nome de nosso governo. Quem me respondia era meu irmão mais velho, sigilosamente:

- Agora é um novo tempo! Chama-se "Regime Militar de Exceção"! - e ponto final. Ninguém mais falava nada.

Os que se expuseram, na época, pagaram caro: foram torturados ou mortos ou, simplesmente, desapareciam de um momento para outro.


1986 a 1994 - Os pais de hoje. Movimento novo. A charge mais marcante foi dos "Caras Pintadas" - uma encomenda do Senado com o incentivo da Globo, investindo nos jovenzinhos da época para que acelerassem o processo de impeachment do então presidente Collor que acabou se tornando persona non grata para os senadores. Não que os interesses fossem divergentes, não: falcatruas, desonestidades, fraudes, desmandos continuaram a ser a tônica. Mas, não havia 'simpatia" entre os dois lados, que, não se entendendo, acharam por bem divulgar os podres e cortar o mandato.

Muitas mulheres adultas (as avós de hoje) choraram quando Collor foi mandado embora: "Ele era tão bonito!" - choramingavam...

1994 a 2002 - Tempo ansiado. Retorno ao direito ao voto claro, festejado. Estabilização da moeda, fim do Circo a que Sarney e Collor submeteram o povo, com inflação em índices inimagináveis! Mas o povo sentia que faltava MUITA COISA daquilo que sonhara. E veio - e foi eleito - aquele que "olharia para os pequenos" pois ele viera de lá. Iria reverter a situação absurda da Petrobras (com 30% vendida aos espanhóis pelo governo da época) e tantas outras providências.

Já tinha Greenpeace singrando os mares com seu navio. Quando aportava aqui no RS praticamente nenhuma divulgação era fornecida à população. Mas, devagarinho, principalmente nas escolas, começou um papo novo: Ecologia, Sustentabilidade, Inclusão Social, Projetos para ajudar aos desvalidos, Respeito aos animais e políticas de energias limpas.

2002 a 2010 - Governo que implantou novos projetos - necessários para um primeiro momento - e deu continuidade a melhorias que aconteceram no governo anterior . Sim, necessários para um primeiro momento, pois quem tem fome não pode sequer ouvir o que está sendo falado sobre Educação, aquisição de conhecimento, essas coisas. O jingle da Campanha foi "FOME ZERO". Claro que era previsível que tal objetivo, em dois mandatos, não seria alcançado para um país com dimensões continentais como o Brasil. Mas foi isso o alardeado e foi com essa esperança que o povo mais carente (milhões e milhões) foi para as urnas sem titubear e elegeu o candidato "do povo".

Mas, elogios são como perfumes, devemos senti-los, mas NUNCA bebê-los. A auto importância cegou as intenções e as ações mais genuínas. Os interesses mais nobres foram substituídos pela ganância, egolatria, auto endeusamento.

Tem um ditado que diz que "O Poder Corrompe". Discordo. Só corrompe cabeças fracas, com crenças fracas. Quem tem objetivos firmes, calcados na sua própria experiência de vida, e acredita neles, consegue manter suas metas a atitudes.

Escândalos, "Eu não sabia!" - "vamos-averiguar-para-acabar-em-pizza"... permearam, todos os dias, a convivência com programas que, agora, precisam ser revistos, pois acabam gerando uma situação de dependência que em muito se assemelha a nossa histórica colonização: dar colarzinhos e espelhinhos para os índios, em troca de suas terras e riquezas.

Dar um "dinheirinho mensal" é bom para quem não tem nada, mas precisa estar alicerçado com educação e formações profissionalizantes, com filosofias e atuações de sustentabilidade, com utilização de energias limpas para acabar com essa onda de sujeira e poluição que entorpece e afoga!



Pesquisas full-time: GOOGLE, TERRA, UOL


MARISE JALOWITZKI é escritora, consultora organizacional e palestrante internacional, certificada pela IFTDO-USA, pós-graduação em RH pela FGV-RJ, autora de vários livros organizacionais.
http://www.compromissoconsciente.blogspot.com/
http://www.marisejalowitzki.blogspot.com/
Porto Alegre - RS - Brasil