sexta-feira, 27 de maio de 2011

Morte de Dinho - mais um crime! Vão fazer uma "limpeza" nos defensores da Floresta?

Mais um ambientalista assassinado! Dinho também se despede prematuramente
 
Morte de Dinho - mais um crime! Vão fazer uma "limpeza" nos defensores da Floresta?

Por Marise Jalowitzki
27.maio.2011
http://t.co/eCHRf6X

Hoje foi a vez de Adelino Ramos. Sindicalista e defensor da Floresta, o agricultor de 56 anos era sobrevivente da invasão da fazenda Santa Elina, palco do massacre de Corumbiara (RO), em agosto de 1995. Hoje (27.maio.2011) ele vendia verduras com sua família, no acampamento em que vivia, quando foi assassinado com 5 tiros por um motocilista.

O que querem os criminosos? Fazer uma "limpeza" de todos os defensores da Floresta? O sindicalista vinha denunciando desmatamento e venda irregular de madeira, ao mesmo estilo que o casal assassinado há 5 dias, Zé Claudio e Maria. Ele, assim como o casal, também já denunciara que vinha recebendo ameaças de morte.

Esperamos que o governo tome as providências necessárias, que não instaure apenas inquéritos, e, sim, que seja mais firme com a segurança. Estamos vivendo um momento particular em termos de preservação da floresta, assim, com certeza, mais defensores estão a falar sobre o tema, até para conscientizar as pessoas simples, que são a verdadeira massa de manobra dos criminosos. E. aí, aumenta o ódio. Assim, fica muito fácil! Alguém fala, alguém mata, até o próximo!!!

MORALIZAÇÃO E RESPEITO, POR FAVOR!!!
Vamos parar com as mortes!!!

Em julho do ano passado, Dinho chegou a avisar ao ouvidor agrário nacional, Gercino Silva, que estava sendo ameaçado, de acordo com a CPT.
Os ambientalistas PRECISAM de mais segurança e proteção!

Crimes ambientais se multiplicam e ambientalistas continuam sendo mortos!

CERCO CONTRA A AMAZÔNIA - MAIS UM AMBIENTALISTA MORTO

Três dias depois da morte de um casal de extrativistas no Pará, mais uma liderança comunitária da Amazônia foi executada. O agricultor e líder do Movimento Camponês Corumbiara, Adelino Ramos, conhecido com Dinho, foi morto nesta sexta-feira por volta de 10h, no distrito de Vista Alegre do Abunã, em Porto Velho (RO). De acordo com a Comissão Pastoral da Terra (CPT), Dinho estava vendendo verduras que produzia no acampamento onde vive quando foi assassinado a tiros por um motociclista.

O agricultor vinha sendo ameaçado de morte por denunciar a ação de madeireiros na divisa entre os estados do Acre, Amazonas e Rondônia. Junto com outros trabalhadores sem terra, Dinho reivindicava a criação de um assentamento da reforma agrária na região. Segundo a CPT, a situação ficou tensa na região nos últimos dias, depois de uma ação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que apreendeu madeira e gado criados em áreas irregulares.
Em julho do ano passado, Dinho chegou a avisar ao ouvidor agrário nacional, Gercino Silva, que estava sendo ameaçado, de acordo com a CPT.

O Movimento Camponês Corumbiara foi criado após o confronto entre um grupo de trabalhadores sem terra e policiais militares em agosto de 1995, na Fazenda Santa Elina. Doze agricultores foram mortos no episódio.

Na manhã de terça-feira, os líderes extrativistas José Claudio Ribeiro da Silva e Maria do Espírito Santo da Silva foram executados em Nova Ipixuna, no Pará. Segundo a polícia, eles foram atingidos por vários tiros quando passavam por uma ponte no caminho da comunidade rural onde moravam. A exemplo de Dinho, o casal também vinha sendo ameaçado de morte.

Da Agência Brasil

------- 
Leia também:


Zé Claudio e Maria, ativistas ambientais assassinados
 por defender a floresta (Foto CNS)

 Ativistas ambientais são executados no Pará e vaiados na Câmara dos Deputados quando suas mortes foram anunciadas!!!

LINK: http://t.co/gd4YmhS





Página de Links sobre Desmatamento e violências na floresta: http://ning.it/gwfVfk


Links sobre Desmatamento, Degradação, atuação do IBAMA, Preservação das Florestas e dos Animais Selvagens, Condições de vida das populações ribeirinhas, Impactos Ambientais

Preservação ambiental e dos animais selvagens



Marise Jalowitzki
Compromisso Consciente



compromissoconsciente@gmail.com
Escritora - Pós-graduação em RH pela FGV-RJ
International Speaker pelo IFTDO - USA
Porto Alegre - RS - Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário