quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Aposentadoria - Considerações, Esclarecimentos, Possibilidades

Maturidade e Aposentadoria

Aposentadoria - Considerações, Esclarecimentos, Possibilidades
Página de links


Por Marise Jalowitzki
05.janeiro.2012
http://compromissoconsciente.blogspot.com/2012/01/aposentadoria-consideracoes.html


Página contendo vários links de artigos atinentes ao tema. Mencionados por ordem cronológica de publicação.

Aposentadoria - Cálculo pode ser
revisado, caso o cidadão tenha adquirido
o direito MAS CONTINUOU TRABALHANDO

Revisão de Aposentadorias
- STF aprova
21.fevereiro.2013
http://compromissoconsciente.blogspot.com.br/2013/02/revisao-de-aposentadorias.html

Aposentadoria sem reajuste real,
 também em 2013. Tá bem pra você?

Aposentados, governo diz que não haverá reajuste em 2013

Por Marise Jalowitzki
17.abril.2012
http://compromissoconsciente.blogspot.com.br/2012/04/aposentados-governo-diz-que-nao-havera.html 

Toxoplasmose - gatos também são
transmissores da doença que pode invalidar

Aposentadoria por invalidez por Toxoplasmose - Doença transmitida pelos gatos e carnes mal cozidas
05.janeiro.2012
LINK: http://compromissoconsciente.blogspot.com/2012/01/aposentadoria-por-invalidez-por.html 

INSS concede 25%  para Aposentados
por Invalidez que precisam de acompanhante

Aposentadoria por Invalidez - INSS concede 25% a quem precisa de acompanhante
20.julho.2011 
Link:  http://t.co/wgoGjYt 










INSS revisa lista para incluir aposentados
 com direito à diferença

 
Aposentados, esperem o pagamento de setembro - INSS está revisando Lista

02.agosto de 2011






Reajustes de Aposentadoria começará
a ser paga em setembro deste ano, por
decisão do STF

Aposentados - Revisão começa a ser paga em setembro
12.julho.2011
http://t.co/nEpnxFj






Arbítrio e Censura
 

Requião e o "provocador engraçadinho" - Isto é ou não é Censura?

25.abril.2004
LINK: http://t.co/VL39ypm


Nick Vujicic, exemplo de alegria e otimismo!
  

Nick Vujicic, o australiano cujo sinônimo é GARRA! Lição de persistência!


19.março.2011
http://t.co/PCKlLsT



Aposentadoria no Brasil

Reajustes na APOSENTADORIA pagamento ainda neste ano - Você acreditou, de novo, no governo?
12.dezembro.2010
http://compromissoconsciente.blogspot.com/2010/12/aposentadoria-voce-acreditou-de-novo-no.html


Marise Jalowitzki
Compromisso Consciente




compromissoconsciente@gmail.com
Escritora, pós-graduação em RH pela FGV,
international speaker pelo IFTDO-EUA
Porto Alegre - RS - Brasil

20 comentários:

  1. fabiana carneiro lima1 de agosto de 2012 01:06

    tenho 33 anos e 4 filhos sendo a mais velha de 16 anos, ela é especial, eu sofri no parto e o medico disse que minha dor era pasicológica e forçou o meu parto, ela nasceu com ectericia, com a boca e o nariz cheia de sangue e sufocada, não chorou e não levaram para encubadora, nao me encaminharam para fazer o teste do pezinho e me deram alta no outo dia. resultado ela parecia ser uma criança normal, mas depois de uma ano comecei a notar diferença ecomo era uma criança grande e bonita a pediatra disse que era normal e depois dos 2 anos comecei a procurar os especialista, pois ela era muita imperativa e não respondia e nem entendia as coisas e não falava, fui ficando com depreção e não me cuidando mais, pois procurava vários médicos e fazia vários exames e nunca davam nada, ao longo do tempo meu marido me deixou pois a maioria das pessoas diziam que era pre deixar a criança na instituicão pois eu era muito nova pra passar por isso, mas não me dixei ser influenciada, pelo contrario deixei a minha vida para trabalhar e sustentar eles, pois como disse logo quando fui desconfiando que ela era especial esquecir de mim cuidar e fui engravidando e tive mais tres filhos. hoje sou autonoma, mas continuo tendo dificuldade com ela, aos cinco anos conseguir aposentar ela pelo beneficio eu tenho direito de receber esse 25% meu nome é Fabiana Moro em Manaus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Guerreira Fabiana! Depoimento forte, experiência de vida de quem abraça as responsabilidades e não foge da luta! Grata por compartilhar com este blog passagens assim emocionantes e exigentes de tua jornada.

      Como tenho explicado nos diversos artigos, não sou advogada, nem médica perita. AGORA, COM CERTEZA, a situação de sua filhinha precisa ser avaliada, sim. Se ela está aposentada e PRECISA DE SEU AUXÍLIO para se locomover e-ou para realizar as funções humanas básicas, cabe solicitar a avaliação. O melhor será um advogado interceder, juntamente com tua presença, para marcar uma perícia.

      Vai com fé, Fabiana! Daqui de Porto Alegre-RS, estou torcendo por ti e teus filhotes! Deus te abençoe sempre!

      Excluir
  2. te abono provem de uma lei federal, que no meu ver, deveria sobrepujar as leis municipais, Correto? Antes de vir a correção para integral, queriam baixar meu salário para o menor salário da categoria, pois isso poi imposto pelo inss, que é lei federal. Porque o abono dos 25% da lei federal não serve para as leis municipais?

    Cleonir

    ResponderExcluir
  3. Clenir, dá uma olhadinha no artigo que publiquei em 21.02.2013, veja se te encaixas. O título é REVISÃO DE APOSENTADORIAS. Boa sorte nesta luta! Felicidades!

    ResponderExcluir
  4. Marise, Eu tive pólio com 1 ano e meio e desde então tive uma vida normal, casei, tive filhos, trabalhei a maior parte de minha vida sem carteira assinada e como autonoma, mas nunca tinha começado contribuir com o Inss, faz 1 ano que comecei a pagar como autônoma. Queria voltar a trabalhar, mas descobri que tenho uma síndrome pós pólio e isso esta agravando a cada dia, não tenho condições financeiras de pagar um tratamento para amenizar os sintomas, já que a doença não tem cura, posso apenas amenizar e retardar um pouco, mas isto com tratamento adequado e associando remédios (caros e contínuos que o SUS não dá) e tratamento com fisioterapeutas. Não tenho a mesma força e equilíbrio, o pouco tempo que estou de pé sinto dores fortes e muito cansaço. Por ficar muito parada acabei engordando e isso piora a situação. O peso acima acaba forçando e comprometendo mais ainda meu problema. Queria saber se o Inss tem que me dar aposentadoria mesmo eu tendo começado a contribuir somente ha 1 ano e meio? obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara Marcia! Já respondi ao seu e-mail. Coloco, também aqui, as considerações: Quando ministrei o curso de Preparação para Aposentadoria, em um dos módulos trouxemos auditores do INSS para palestras. Ali, eles declaravam que era necessário 15 anos de contribuição para uma aposentadoria formal, salvo em caso de acidente por invalidez. Entretanto, cabe verificar junto a um advogado, se existe uma brecha nesta situação em especial. Solicitar um perícia. Desejo Sucesso na empreitada e muita Fé! Abs

      Excluir
  5. Prezados, tenho uma tia solteira aposentada federal do Ministério da Saude, 65 anos e gostaria de deixar sua aposentadoria para mim após seu falecimento, é possível???; eu tb sou funcionáriio publico,mas estadual, tenho 45 anos e do sexo masculino e tb solteiro. Grato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Prezado Luiz Karlin! Infelizmente, não sei te dar esta informação, pois a legislação para funcionários públicos federais é distinta. Precisas procurar um advogado para te orientar com precisão. Sei que é preciso comprovar dependência de cuidados, proteção, essas coisas. Desejo Felicidades aos dois!

      Excluir
  6. Meu pai era funcionário do estado e já é aposentado, mas a três anos ficou cego...ele tem direito aos 25%?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Deise, caso ele tenha se aposentado pelo meio convencional (contribuição ou idade) e tenha perdido a visão DEPOIS da concessão da aposentadoria, ele não tem o direito. É triste, mas é assim (nas palavras da perita no INSS).
      De qualquer maneira, fosse, eu, tentaria um advogado pra ver se há alguma brecha, já que a família é que arca com o cuidado total! Abraço e Felicidades!

      Excluir
  7. minha mãe trabalhou pouco tempo de carteira assinada. hoje esta com diabetes, teve um avc e esta perdendo a visão. enxega muito pouco e não anda mais sozinha ela tem direito a aposentadoria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Bianca! Para fazer jus a todo tipo de aposentadoria é preciso haver contribuído pelo menos 15 anos para a previdência, seja por carteira assinada, seja por pagamento como autônomo(a) - artesão, agricultor, etc. Dá uma verificada com um advogado qual o tempo exato de contribuição dela para a previdência e se há possibilidade de pagar retroativamente os valores faltantes, onde possa ser comprovada a atividade laboral. Talvez seja possível. Aí, dependendo do valor que vocês vão ter de pagar para as contribuições, pode valer a pena requerer a aposentadoria. Desejo que tudo corra do melhor jeito possível! Um grande abraço!

      Excluir
  8. Suzi Gliceria de Mello de Araujo
    Sou aposentada desde 05092001, após o auxilio doença, sofri um acidente do qual quebrei a perna, ocasionando a Osteomelite(infecção no osso), tenho dificuldades para se locomover, preciso de muletas qdo não cadeiras de rodas, tenho muitas dores nas pernas, meu marido sempre falta ao serviço para me levar em tratamento até hoje, tenho feridas na perna, passei por uma cirurgia em dezembro estou em recuperação desta cirurgia, já passei por várias limpeza cirurgicas, segundo o médico tenho que ficar em tratamento sempre, não há cura. Dei entrada nos 25% em meu benefício, tenho direito?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Suzi, aguarda um tempo e, caso o inss demorar demais para dar uma resposta, procura um advogado. Reúne todos os documentos que possues. Há chances, sim, de obter o auxílio. Vê com o advogado se há uma brecha para reivindicar também retroativo, desde que sofreste o acidente!
      Daqui, fico torcendo pra que dê tudo certo!
      Abraços e Votos de Felicidades, querida!

      Excluir
  9. meu marido com 38 anos é aposentado por invalides , há 4 anos ,motivo do benefício invalides, motivo; depressão, incapacidade para o trabalho, e não posso trabalhar porque preciso acompanhá-lo em casa com a medicação e retornos ao médico, queria saber se posso requerer o acrescimo de 25% sobre seu benefício

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jeane, esta avaliação terá de ser dada por um perito da Previdência. A depressão tem vários estágios e eles é que vão determinar se seu esposo pode ou não monitorar-se, administrar seus remédios com discernimento, tudo isso. Em princípio, sim, podes e tens de requerer, pois se ele recebeu aposentadoria por invalidez, é porque não consegue gerenciar sua vida e seu tempo em condições aceitáveis. Tenta, querida, qualquer coisa, procura um advogado. Desejo Felicidades!

      Excluir
    2. bom dia mim chamo suzane tenho toxopasmose ocular/coriorretinite ja cicarizada visao esquerda comprometida e com dificuldades com visao direita minha renda mensal e de 440,oo eu e meu marido gostaria de saber se tenho direito a um beneficio o loas ou a aponsentadoria. por favor mim ajude obrigada.

      Excluir
    3. Zane, a primeira providencia é pegar toda a papelada (receitas, exames) e marcar uma nova consulta com um oftalmo do SUS. De posse do laudo que ele te der, marca uma perícia na agência da Previdencia para ver se tens direito. Vai depender da gravidade da perda de visão, da chance em agravar o quadro.
      Daqui, fico desejando o melhor!

      Excluir
  10. oi tenho toxoplasmose ocular visao esqueda ja comprometida coriorretinite cicatrizada tenho direito um beneficio loas ou aponsentadoria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Zane, a primeira providencia é pegar toda a papelada (receitas, exames) e marcar uma nova consulta com um oftalmo do SUS. De posse do laudo que ele te der, marca uma perícia na agência da Previdencia para ver se tens direito. Vai depender da gravidade da perda de visão, da chance em agravar o quadro.
      Daqui, fico desejando o melhor!

      Excluir