sábado, 7 de janeiro de 2012

Abacaxis - três por dez

Mudanças em atitudes simples - Abacaxi - a aparente capacidade humana de aprender somente através do sofrimento 

Abacaxis - três por dez

Por Marise Jalowitzki
07.janeiro.2011
http://compromissoconsciente.blogspot.com/2012/01/abacaxis-tres-por-dez.html

Os comentários na postagem sobre a previsível erupção do vulcão Cumbre Vieja estão bastante sensatos, proporcionando reflexões, também sobre possíveis ações.
O que coloquei lá, hoje, e que quero trazer para estas linhas, é sobre a [aparente] incapacidade humana de aprender e vivenciar o amor pelo seu semelhante (incluindo todos os seres, dos diferentes reinos), a não ser que seja através do sofrimento.

Porque o Pai Sofrimento e a Mãe Dor ainda são os maiores mestres? Há tantos outros, prontos para levar ao mesmo nível de entendimento e espiritualidade:
Solidariedade
Abnegação
Tolerância
Solidariedade
Compaixão
Complacência
Doação
Perdão - e outros mais.
Nenhum deles exige penúria, miséria, infelicidade, perdas. Qual a razão da escolha? Será falta de fé? Será que o egoísmo está tão firmemente atrelado ao consumismo que faz com que tantas pessoas pensem apenas no [seu] hoje, sem medir consequências para o [nosso] amanhã?

Uma das coisas que adoro é abacaxi in natura. Descascar e comer. Aliás, adoro muitas frutas. Aliás, adoro muitas coisas.
Ontem fui com meu neto pela poeirenta e suja Assis Brasil - com toda a sua poluição sonora e outras mais - pagar umas contas. Na ida, sol inclemente, vimos um homem, jovem, empurrando um pesado carrinho de mão, cheio de abacaxis. Estava vendendo "a domicílio". Umas duas horas depois, no nosso retorno, encontramo-lo novamente, conduzindo o carrinho ainda abarrotado. Em nome de minha infância, onde meus irmãos e eu também vendíamos frutas, e por saber o quanto de esforço está ali despendido, resolvi pará-lo e perguntar:

- Quanto?
O rapaz já estava meio entontecido pelo calor e cansaço e pareceu sair de um torpor, ao parar o carrinho, levantar os olhos e nos perceber. Repeti a pergunta:
- Quanto?
- 3 por dez.
- 3 por dez? Ali na banca estão 3 por cinco!
- Mas estas são de Terra de Areia e são as verdadeiras, que nascem solitas. (sem agrotóxico)
Comprei três e ainda recebi uma benção:
- Deus abençõe a senhora e a sua família!
- O mesmo para o senhor!

Logo adiante, estava o homem-dos-churros, já nosso conhecido, que perguntou:
- Porque a senhora pagou mais caro se a banca aqui vende pela metade do preço?
- O homem já estava tão cansado que, com certeza, aqueles 10 pilas fizeram diferença pra ele!
- Tá podendo, heim?

Na volta, achei importante comentar com o neto o motivo da aquisição.
Eu ainda tinha duas unidades em casa, não seria preciso comprar naquele momento e, ainda, pagar o dobro.
- Viu, meu Fofo? Quero te explicar porque comprei esses abacaxis, mesmo sendo mais caros.
- Uhm!?
- Ele é um vendedor avulso, sem vínculo com nenhuma central de abastecimento, lutando como pode. Hoje ele vende. Se ele não tem sucesso por muitas vezes, poderá, daqui a um tempo, enveredar para o roubo, entende? Se mais pessoas se dessem conta de que vale mais pagar um pouco além, mas incentivar um trabalhador como ele, um rapaz, com certeza, se estaria diminuindo a criminalidade. Se as pessoas se dessem conta de que dar um auxílio a uma pessoa honesta hoje, pode evitar um assalto amanhã, talvez mudassem seu padrão.
- É mesmo!

............

(O artigo citado sobre o Vulcão Cumbre Vieja: http://t.co/dmd6p36 )

Mais sobre pequenas ações, no Link: http://t.co/U09gKpD 

Semear Semente - O que Você pode fazer
 

Semear Semente

Página para compartilhar experiências do dia a dia, contemplando:
Semear, cuidar, acompanhar, flores e frutos, sementes, colheita, semear.
O eterno ciclo.



Marise Jalowitzki
Compromisso Consciente

compromissoconsciente@gmail.com
Escritora, pós-graduação em RH pela FGV,
international speaker pelo IFTDO-EUA

Porto Alegre - RS - Brasil
 

3 comentários:

  1. Este blog é uma representação exata de competências. Eu gosto da sua recomendação. Um grande conceito que reflete os pensamentos do escritor. Consultoria RH

    ResponderExcluir
  2. Sim, não me lembro de ter tido tão bom motivo de acessar a rede,como este de conhecer ,por acaso,compromisso consciente,impressionado e muy alegre de que,existam pessoas assim,que reflitam e façam refletir, muitas das verdades que nos são escondidas e desencaminhadas .
    Só posso agradecer pela oportunidade dos esclarecimentos, de matérias tão relevantes socialmente e desejar toda sorte e sucesso nesta empreitada.

    ResponderExcluir
  3. Com alegria e emoção agradeço aos dois amigos - Consultoria RH e Domingos. Somos Irmãos Planetários, mesmo que alguns considerem este termo piegas. Que a Luz deste Domingo - SunDay - Dia do Sol, possa iluminar a todos nós! Abs

    ResponderExcluir