quarta-feira, 20 de abril de 2011

PETIÇÃO PÚBLICA ANTI NUCLEAR NO BRASIL - Não à ANGRA e + 55 usinas no Brasil!!!

 
Pela Consciência dos Governantes, ASSINE A PETIÇÃO ANTI-NUCLEAR no Brasil! - Este é um bebezinho que nasceu com deformidades, após o acidente nuclear em Chernobyl, em 1986, com a mesma intensidade 7 que o do Japão, em 2011. O sorrisinho dessa menininha ucraniana seria ainda mais lindo crescendo normal, não é mesmo!

 
PETIÇÃO PÚBLICA ANTI NUCLEAR NO BRASIL - Não à ANGRA e + 55 usinas no Brasil!!!

Por Marise Jalowitzki
20.abril.2011
http://t.co/ZBlozmX

Várias pessoas encaminharam mensagens solicitando encaminhamento de links para assinar petições pedindo o fim da utilização da energia nuclear no Brasil e no mundo.
Repasso os que tenho conhecimento.

Pela força da AVAAZ, encaminhei sugestão (ou link, pois provavelmente já existe). Assim que tiver, incluo aqui.

Petição Anti nuclear Greenpeace Brasil - http://www.greenpeace.org/brasil/pt/Participe/Ciberativista/Pare-Angra-III/

O link para assinar a petição-Brasil: http://www.peticaopublica.com.br/?pi=Nuclear


PEÇO A TODOS QUE ASSINEM AS DUAS E DIVULGUEM O MÁXIMO QUE PUDEREM!

Quando em 2003 o Greenpeace e a Fundação SOS Mata Atlântica convocaram a população brasileira para um abaixo-assinado, reivindicando a suspensão dos projetos para construção das novas usinas nucleares e pedindo a revisão das duas que (ainda) estão em funcionamento no Brasil, muita gente se mobilizou.

Aqui em Porto Alegre-RS houve vários pontos e postos de arrecadação de assinaturas. O movimento conseguiu reunir 50.000 assinaturas. Muito pouco, levando-se em consideração os 180, quase 190 milhões de brasileiros que somos. Mas foi um sinal de que existem pessoas conscientes, que pensam no amanhã de seus descendentes e do planeta como um todo. Nada aconteceu. Nenhuma resposta, nenhum pronunciamento de qualquer autoridade.

Os projetos seguem e o governo (re) afirma que vai continuar. 

Agora, com tudo que anda acontecendo no Japão, com repercussões bem além de suas fronteiras, várias nações estão revisando a utilização desta nefasta energia. Os governos que resistem, baseiam-se no baixo custo. O que é "baixo-custo"? QUANTO VALEM AS MILHARES E MILHARES de PESSOAS que morrem dolorosamente em decorrência dos efeitos devastadores sempre que há algum vazamento?


Empresa Eletronuclear "garante que não há risco no Brasil"
 
Em 2009, houve um acidente na chaminé da Usina em Angra. Prefeito só ficou sabendo dos acidente pelos jornais


Há uma petição em andamento desde 14 de março. Até agora, são 815 assinaturas. Temos de chegar, pelo menos, a 500 mil! Não há porque iniciar outra(s).

VAMOS ADERIR, PESSOAL!!! ASSINEM A PETIÇÃO!
QUEM SABE COM MUITO BARULHO PODEREMOS ACORDAR OS INSANOS QUE TEIMAM EM CONTINUAR CONTANDO SUAS MOEDAS, ENQUANTO A POPULAÇÃO AFETADA GRITA POR COERÊNCIA!

Nuclear, não!

Abaixo-assinado Contra Angra 3 e a Construção de 55 novas usinas nucleares no Brasil

 
Para:Presidente da República Federativa do Brasil; Congresso Nacional do Brasil; Supremo Tribunal Federal


O que consta como pedido na petição: Pedimos por meio desta:

* O Fim da expansão do programa nuclear brasileiro;
* Suspensão da exploração de minério radioativo;
* O Fim do projeto de construção de 55 usinas nucleares no brasil à partir de 2011;
* Reestruturação do setor nuclear brasileiro para o uso seguro da energia nuclear com fins medicinais;
* Não construção da usina nuclear Angra 3;
*Investimento em geração de energias renováveis.


Estudo de 2006 da Universidade de São Paulo (USP) revela que serão necessários R$9,5 bilhões e mais seis anos para a finalização de Angra 3. Com um investimento menor, de R$7,2 bilhões, seria possível construir um parque eólico com o dobro da capacidade de Angra 3, ou seja, 2.700 MW, em dois anos – sem produzir lixo radioativo, sem o perigo de contaminação e com as emissões de gases estufa quase zeradas, gerar 32 vezes mais empregos.
Lembrando que em 2003 Greenpeace e a Fundação SOS Mata Atlântica reuniram 50.000 assinaturas e nada foi feito pelo governo. Que uma atitude seja tomada em resguarda da vontade da população brasileira.

Petição Anti nuclear Greenpeace Brasil -  http://www.greenpeace.org/brasil/pt/Participe/Ciberativista/Pare-Angra-III/
O link para assinar a petição-Brasil: http://www.peticaopublica.com.br/?pi=Nuclear

Efeitos a curto prazo por radiação. A maioria das vítimas tem morte muito dolorosa


Efeitos nas próximas gerações de pais contaminados por radiação nuclear. Porque uma criancinha precisa nascer assim, quando a causa pode ser evitada!


Greenpeace internacional - http://www.greenpeace.org/international/

Petição Greenpeace Brasil - http://www.greenpeace.org/brasil/pt/Participe/Ciberativista/Pare-Angra-III/

O link para assinar a petição-Brasil: http://www.peticaopublica.com.br/?pi=Nuclear

Abaixo-assinado Contra Angra 3 e a Construção de 55 novas usinas nucleares no Brasil


Leia também:
Detalhes da tragédia que assolou o Japão



Japão e Chernobyl nível 7!

Link: http://t.co/jbksFiU








Querendo, leia mais sobre o tema na página de links: 
 Não à Energia Nuclear! Não às usinas nucleares!



BRASIL SEM ENERGIA NUCLEAR!!!




Marise Jalowitzki
Compromisso Consciente

compromissoconsciente@gmail.com
Escritora, pós-graduação em RH pela FGV,
international speaker pelo IFTDO-EUA

Porto Alegre - RS - Brasil

8 comentários:

  1. por um planeta saudavel,vamos fazer valer nosso dissernimento independente dos valores lucrativos dos nossos dirigentes

    ResponderExcluir
  2. É isso!
    Que teu exemplo seja seguido por milhões! Abs

    ResponderExcluir
  3. TEMOS OUTRAS POSSIBILIDADES...
    O Linro-Team (2 engenheiros europeus) afirma que pode conseguir geração abundante de energia sem utilizar raios solares, força de ventos, recursos hídricos ou radioatividade. Tudo é baseado em Leis da Física Gravitacional. Como essa energia seria produzida por pequenas usinas (projetadas de acordo com a necessidade de cada comunidade), os bilhões de dólares que se gastaria com redes de transmissão seriam economizados e aplicados em outros fins.
    A manutenção destes complexos, claro, também seria menos onerosa. E frisa: Estamos falando sobre energia limpa, segura e barata. Segundo Linro: Estas novas possibilidades para o cálculo dos campos de força, como a gravitação da Terra, permitirão que se fabriquem máquinas que, anteriormente, seriam consideradas como impossíveis de funcionar. Não estamos falando "de moto-contínuo, mas de algo bem próximo".
    Para mais informação: ronaldfries@gmail.com
    Publicado na Folha de Boa Vista (RR) 29/03/2011 depois da apresentação na Universidade Federal UFRR.
    Mais informação: ronaldfries@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. Ronald! Entramos em contato e vou começar a publicar os textos que enviaste acerca do Projeto LINRO-TEAM!

    Vou encaminhando os links via e-mail a cada publicação, ok?

    Sucesso e Felicidades! Nós, os pequenos micróbios-humanos, precisamos de novas fontes geradoras, e limpas, para sermos energeticamente corretos! É a nossa salvação!

    ResponderExcluir
  5. porque ninguém disponibiliza mini-projetos? Está mantendo a patente para lucrar também?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, essas coisas que ninguém explica: somente hoje encontrei teu comentário!

      Sorry! Quero responder a teu questionamento que deve ter sido encaminhado ao Ronald. Ele é um físico, eu não entendo quase nada da linguagem que ele usa, quando tenta explicar em detalhes o seu projeto. Ele já saiu da Suíça por não receber financiamento para executar seu projeto; Já mostrou seu trabalho em várias uiversidades - incluindo as brasileiras, atualmente mora na Venezuela, quase desolado, pois está vendo o tempo passar sem que a concretização aconteça.

      Tentei colocar vários textos encaminhados por ele (veja ícone na barra à direita do blog, sob o título: Projeto Linro)

      Parece paradoxo, mas o único governo que se interessou realmente foi o de Chavez, que já se foi...

      O que o Ronald diz é que o financiamento envolve cerca de 80 milhões de dólares (o que não é muito em relação ao que os governos despendem na fabricação de armas, por exemplo, para não falar de outras coisas igualmente terríveis). Segundo ele, a coisa é tão significativa que não deve cair nas mãos da iniciativa privada, sob pena de escravizar mesmo.

      Assim, respondendo à tua pergunta, o lucro, para ele, seria a preservação da tecnologia a um país sério. Como isto não existe, creio que cabe a Alguém Maior esta decisão.

      Excluir
  6. Me sinto uma formiguinha fazendo a minha parte quase sozinho no mundo,infelizmente a população brasileira é alienada a seus corruptores,e se preocupam apenas com as migalhas dadas por eles.Como podemos mudar algo no nosso país ou região, se quem manda mesmo são as forças políticas, e pra entrar lá você precisa ser antiético e comprar o voto da gentalha que atrasa nosso país.Já dei ideias a políticos para implementar coleta seletiva separando cada tipo de lixo conforme sacos coloridos que seriam dados a quem se interessasse,mas pouco me deram atenção. busco ideias de como sair dessa dicotomia, já que para mudar algo temos que ter algum poder e não apenas boas ideias e sonhos sem oportunidade para implementa-los.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Danilo, este teu sentimento é compartilhado por 600 milhões no planeta, incluindo esta que te retorna o comentário! HÁ TANTO por ser melhorado, as mudanças não são dramáticas, mas exigem consciência individual posta a serviço do Bem, um Bem que visa o bem estar de todos, incluindo as outras espécies!!

      O que acontece com a população em geral, alienada, submissa, descompromissada e ainda até agressiva com quem quer mudar as coisas para melhor? Sinceramente, não sei!!! Não posso explicar! Pois, por exemplo, ir para a praia para veranear, sentir a liberdade de um marzão, a areia flexível e saneadora, o abraço do sol e tudo o mais... COMO PODE SER EM MEIO AO LIXO??? COMO AS PESSOAS podem produzir seu lixo e descartá-lo ali mesmo, sem se preocupar com nada nem ninguém? Não se trata APENAS de respeitar o meio ambiente, preocupar-se com a fauna marinha, é, também, FALTA DE AMOR PRÓPRIO, mesmo!!! Ficar em meio ao lixo, deitar-se em meio ao lixo, beber em meio ao lixo!!! Pra mim, é vergonhoso, aviltante, inadmissível! E as pessoas estão lá, superlotando e supersujando tudo!

      O que posso te dizer: Persista de um modo que não te faça sofrer. Faça A TUA PARTE, independente de quem, ou de quantos, te tomam como modelo e exemplo!

      Eu, quando falo as questões em defesa dos animais - incluindo não matar para comer - sei que MUITOS se enraivecem, deixam de ler. Que posso fazer? São as coisas em que acredito. E, fortemente, acredito! Ponto. Serve pra mim!

      Se os demais querem apenas lidar com as consequências de tudo o que estão fazendo, eu, pelo menos, não serei pega de surpresa. Esta é uma lição dura de ser aprendida, pois a nossa tendência, quando descobrimos um jeito melhor de viver a vida, é tentar estender aos outros isso!

      Eu, aqui no prédio onde moro - vim para cá há 4 anos - tentei convencer síndico para separação (tabuletas em lixeiras, ou lixeiras coloridas), incluindo guardar os restos de óleo de cozinha, que (está comprovado) pode reduzir em até 30% o valor do condomínio, quando feito em parceria com a administradora (Tem artigo sobre o tema na barra lateral, com o título PORQUE SER ECOLÓGICO). NINGUÉM QUIS!!! Então, fazer o que, Amigo? Tentar influenciar aqueles que realmente querem! Imprimir pequenos panfletos (que não te onerem; algumas vezes tem até umas gráficas que fazem de graça), distribuir nas caixinhas de correio, entregar para algumas crianças, nas feiras, etc.

      Espero ter contribuído, amigo!
      Se vamos conseguir "salvar o planeta", ops,, digo "as pessoas"? A cada dia parece menos possível. Mas a nossa consciência, essa, ninguém tira!
      Abraços e PERSEVERANÇA!

      Excluir