terça-feira, 2 de agosto de 2011

Aposentados, esperem o pagamento de setembro - INSS está revisando Lista

INSS revisa lista para incluir aposentados com direito à diferença

Aposentados, esperem o pagamento de setembro - INSS está revisando Lista


Por Marise Jalowitzki
02.agosto de 2011
http://t.co/otbAvXK

O texto do Terra menciona a situação dos aposentados de todo o Brasil, que receberam a homologação da aposentadoria pelo teto entre 5 de abril de 1991 e 1º de janeiro de 2004. 


Conheça:
INSS revisa lista para incluir aposentados com direito

MAX LEONE
A Previdência Social começou a revisar a lista de 117.135 aposentados e pensionistas do INSS que apresenta problemas ao deixar de fora segurados com direito à revisão do teto.
O ministério vem recebendo os dados de quem alega preencher os requisitos para receber a correção devida de até 39,35%, a partir deste mês.
Os casos são analisados um a um. De acordo com o presidente do Sindicato Nacional da categoria, ligado à Força Sindical, João Batista Inocentini, houve reforço de mais oito servidores para atuarem na avaliação das situações.
"Devido às reclamações, o Setor de Benefício do INSS está mexendo na lista do teto. De dez aposentados que chegam ao sindicato que possuem os requisitos garantindo o direito à correção, apenas um está na lista da Previdência. A informação que nos passaram é a de que tem pelo menos mais oito servidores trabalhando para fazer as análises", afirma Inocentini.
Nenhum pedido incluído
Segundo a Previdência, todos os casos que chegarem ao ministério serão analisados. Sem informar quantas reclamações foram recebidas, a pasta explicou que de todos os pedidos de ajustes, até o momento, nenhum foi considerado pertinente para ser incluído na listagem.
O aposentado Orlando Matos, 60 anos, está na expectativa de ver seu direito à correção ser reconhecido. "Tudo acontece contra os aposentados. As situações nunca são favoráveis a nós. É difícil ver um caso em que o aposentado foi favorecido", reclama.
Espera pelo pagamento
O presidente do sindicato João Batista Inocentini reiterou orientação aos aposentados que ficaram fora da lista. Segundo ele, é preciso esperar sair o pagamento deste mês, que será creditado no começo de setembro. "Depois do pagamento vamos procurar a Previdência com os casos de quem não recebeu. O combinado é, feita as análises, o INSS responderá em 15 dias se ficou ou não comprovado direito", diz.
Orlando Matos seguirá o conselho e vai esperar o pagamento para resolver o que fazer.
Queixas para a sede do sindicato
Os segurados com direito à correção pelo teto, mas que estão fora da listagem do INSS, podem procurar a sede do Sindicato dos Aposentados, em Niterói, para passar os dados a serem incluídos na lista.

A Previdência reconhece o direito de quem se aposentou entre 5 de abril de 1991 e 1º de janeiro de 2004. A sede fica à Rua Coronel Gomes Machado 122, Centro de Niterói. O telefone é 2620-0161.

http://not.economia.terra.com.br/noticias/noticia.aspx?idNoticia=201108020659_ODI_80003386


---------
Para manter-se informado, procure o Sindicato dos Aposentados de sua cidade.

VISITE o site do SINDICATO NACIONAL DOS APOSENTADOS: http://www.sindicatodosaposentados.org.br/default/index.htm


Locais para sindicato dos aposentados próximo a Porto Alegre - RS

Associação dos Aposentados e Pensionistas -  Avenida Borges de Medeiros, 343 - Centro/Praia Belas, Porto Alegre - (0xx)51 3224-3245

Associação dos Aposentados E Pensionistas - Rua General Vitorino, 129 - Porto Alegre - (0xx)51 3212-5791

ASS Aposentados Transp Aer - Rua Pe Diogo Feijó, 204 - Navegantes, Porto Alegre - (0xx)51 3326-1093

-----

Entenda a revisão do teto da aposentadoria do INSS

Segundo governo, 117.135 benefícios terão valor reajustado em agosto.
INSS também vai pagar valores retroativos a 131.161 beneficiários.

Do G1, em São Paulo
O ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves, confirmou na semana passada que o governo vai pagar aos aposentados e pensionistas a diferença resultante da revisão do teto do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que beneficiará 131 mil pessoas com valores retroativos a receber.

O que aconteceu?
Em 1998 e em 2004, as emendas 20/1998 e 41/2003 aumentaram o valor máximo dos benefícios pagos pelo INSS. Quem já tinha se aposentado com o teto anterior, no entanto, não teve o benefício recalculado e foi prejudicado, segundo o entendimento da Justiça.

Por que esses aposentados foram prejudicados?
A Previdência calcula o valor da aposentadoria na aposentadoria por tempo de contribuição aplicando o fator previdenciário à média dos salários de contribuição do trabalhador. Esse valor é limitado pelo teto, e o que ultrapassar esse limite é descartado no cálculo. Quando o valor do teto foi elevado, quem já tinha o benefício limitado não teve o valor revisado.

Por que o pagamento será feito?
O Ministério da Previdência vai cumprir uma decisão tomada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em setembro do ano passado.
A decisão do STF entendeu que, quando houver elevações do teto além da inflação, como as ocorridas em 1998 e 2004, essa diferença que o aposentado ou pensionista deixou de receber deve ser usada para rever o beneficio.

De quanto será o reajuste?
O aumento médio no valor dos benefícios será de R$ 240, segundo o Ministério da Previdência.

Quem tem direito ao reajuste?
Aposentados e pensionistas que começaram a receber o benefício entre 5 de abril de 1991 e 1º de janeiro de 2004 e foram limitados pelo teto da Previdência (valor máximo pago pela Previdência Social), mas que tinham renda mensal superior ao teto antigo. Serão reajustados 117.135 benefícios ativos.

Quando será feito o reajuste?
O benefício do mês de agosto, pago até o quinto dia útil de setembro, já será acrescido do reajuste.

E os atrasados?
O INSS também vai pagar valores retroativos a 131.161 beneficiários, que deixaram de receber pelos novos tetos.

Qual o valor dos pagamentos retroativos?
Segundo a Previdência, o valor médio dos atrasados a serem pagos é de R$ 11.586,00.

Quando será feito o pagamento dos valores atrasados?
O INSS propõs que o pagamento seja feito em quatro datas diferentes:
- 31/10/2011 para os que têm direito a receber até R$ 6 mil;
- 31/05/2012 para quem é credor de um valor na faixa entre R$ 6.000,01 até R$ 15 mil;
- 30/11/2012 para os valores entre R$ 15.000,01 e R$ 19 mil; e
- 31/01/2013 para os créditos superiores a R$ 19 mil.
A proposta, no entanto, precisa ser homologada pela Justiça

http://g1.globo.com/economia/seu-dinheiro/noticia/2011/07/entenda-revisao-do-teto-da-aposentadoria-do-inss.html






Maturidade e Aposentadoria



Aposentadoria - Considerações, Esclarecimentos, Possibilidades
Página de links








Marise Jalowitzki
Compromisso Consciente


compromissoconsciente@gmail.com


Escritora, pós-graduação em RH pela FGV,
international speaker pelo IFTDO-EUA
Porto Alegre - RS - Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário