quinta-feira, 27 de maio de 2010

DICAS PARA SALVAR O PLANETA (que somos nós!!!) - 1 - GERENCIANDO AS SACOLINHAS



DICAS PARA "SALVAR" O PLANETA (que somos nós!!!) - 1
GERENCIANDO AS SACOLINHAS
Marise Jalowitzki
Sempre que ouço esta expressão "salvar o planeta" tenho de sorrir. Até mesmo na vivência do caos, o ser humano se arvora a presunção de estar no gerenciamento da situação!!

Que ironia! Estamos administrando a nossa extinção e, ao invés da conscientização do que precisamos fazer para NOS manter enquanto espécie, ainda ficamos com um discurso de compaixão... pelo planeta!
Vamos ajustar a objetiva! Com nossas ações, especialmente após a era industrial, alteramos climas, extinguimos espécies, mudamos hábitos, criamos novos vírus, ficamos mais doentes. Diariamente assistimos às publicações de mais e mais espécies e lugares que estão adoecendo, transmutando, se extinguindo. Será que ainda vamos querer cobrir os olhos e os ouvidos, achando que isso só vai acontecer "na casa do vizinho"?
Chamo a atenção, neste artigo, novamente, para a questão das sacolinhas plásticas, que continuam a entupir bueiros e a aumentar o lixo não degradável.

Alguns varejistas já oferecem sacolas de plástico mais resistente, como uma forma de diminuir o consumo. Ainda assim, parece que a maior parte da população continua alienada do drama que este tema representa. Alguns chegam a levar a sua sacola de pano (ecológica) para as compras e lá, no store ou no supermercado, colocam as sacolas de plástico, com as compras, DENTRO DA SUA SACOLA DE PANO! Risível! Por que fazem isto?

Como uma forma de "mostrar aos demais" que aderiram ao "modismo das sacolinhas"? Gente!
Proponho uma prática:
1 - Conte, AGORA, quantas sacolas plásticas você tem em casa. Anote.
2 - Leve sua sacola de pano NA BOLSA, sempre, mesmo que não esteja planejando fazer nenhuma compra.
3 - Dentro da sacola de pano, deixe umas três sacolinhas de plástico, que você JÁ TEM EM CASA. Tudo dobradinho não ocupa quase nada de espaço.
4 - Ao comprar qualquer coisa, ANTES que o atendente comece a embalar suas compras, declare: "Não precisa sacola, obrigada!" e pegue as suas.
5 - Chegue em casa e guarde novamente as sacolinhas utilizadas (se estiverem limpas, é claro!), dentro da sacola de pano, dentro de sua bolsa.
6 - As sacolinhas que estiverem úmidas (por exemplo, ao comprar um pé de alface), deixe junto à lixeira doméstica, para colocar o lixo orgânico.
7 - Ao final da semana, conte as sacolas que ainda possui em estoque.
8 - Caso tenha conseguido reduzir a UTILIZAÇÃO (não vale simplesmente descartar!), RECEBA OS PARABÉNS DE SUA PRÓPRIA VIDA, que agradece!
E lembre-se: só aceite novas sacolinhas de plástico, quando o estoque delas que você tem casa (e que servem para descartar o lixo doméstico) estiver quase no fim.


Abraços a todos!
__________________________________________________________

MARISE JALOWITZKI é escritora, consultora organizacional e
palestrante internacional, certificada pela IFTDO-USA, pós-graduação em RH
pela FGV-RJ, autora de vários livros organizacionais.
marisej@terra.com.br
F.: (51) 97-56424
Porto Alegre - Rs - Brasil
__________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário