segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

Porco é amarrado e jogado de 68m de altura em parque temático chinês - bungee jumping



Gritos, muitos gritos de entusiasmo, palmas e frenesi do público quando o pobre bicho, amarrado, foi jogado do alto de 68m, no parque temático Meixin Red Wine Town, na cidade de Chongqing, na China.

Apesar da estúpida e cruel iniciativa de marketing, feita para "atrair público" ter recebido a aprovação e ovação dos desalmados que assistiam à impiedosa cena, várias entidades se manifestaram contra a iniciativa.

"Não é porque ele está amarrado, que não sente medo!" manifestou uma ativista ao jornal South China Morning Post, de Hong Kong

O que respondeu o porta-voz do parque, sorrindo? "Ah! Trata-se apenas de um pouco de diversão! O porco logo vai ser morto e comido durante as comemorações de 2020 do Ano Novo Chinês" (a ser celebrado em 25 de janeiro próximo).

Muito mais pessoas criticaram nas redes sociais. Uma conta do Sina Weibo afirma que o salto "foi cruel com o animal", de acordo com o site Insider.com. 

"Foi uma ideia de marketing nojenta", relata a postagem. Sinto o mesmo!

Tomara que todas estas pessoas insensíveis sintam em seu estômago o medo que este e todos os animais sacrificados sentem ao serem torturados e mortos para o deleite de um paladar viciado.

Que as vozes que não concordam com tanta maldade continuem denunciando, e muito, e sempre, pois é graças a este brado dissonante das regras de "lucro fácil e a qualquer preço" que os empresários ridículos irão refazer suas estratégias. Sim, pois quanto mais souberem que seus 'feitos' não estão agradando, mais terão de cuidar com as próximas iniciativas. Desagradar o público e ser "mal falado" nas redes sociais e movimentos coletivos é menos dinheiro no caixa e esta é a linguagem que estes empresários do mal entendem.

E foi o que aconteceu também neste caso. Após a negativa repercussão, um porta voz do Meixin Red Wine Town pediu desculpas pela iniciativa utilizada na inauguração da plataforma. "Nós sinceramente aceitamos as críticas e conselhos, e pedimos desculpas ao público" - disse - "e prometemos melhorar nosso marketing para oferecer aos turistas melhores serviços".

É isso aí!!

Se não vai pelo Amor, pelo Respeito, pela Conscientização humanitária, vai pelo bolso! 


Querendo, leia no blog amigo:

Nos próximos 20 anos, 60% da carne consumida não será mais de origem animal



E também:


Comercial de final de ano da BBC mostra veganismo em expansão para 2020.

http://acaopelosdireitosdosanimais.blogspot.com/2019/12/comercial-de-final-de-ano-da-bbc-mostra.html











 Marise Jalowitzki é educadora, escritora, blogueira e colunista. Palestrante Internacional, certificada pelo IFTDO - Institute of Federations of Training and Development, com sede na Virginia-USA. Especialista em Gestão de Recursos Humanos pela Fundação Getúlio Vargas. Criou e coordenou cursos de Formação de Facilitadores - níveis fundamental e master. Coordenou oficinas em congressos, eventos de desenvolvimento humano em instituições nacionais e internacionais, escolas, empresas, grupos de apoio, instituições hospitalares e religiosas por mais de duas décadas Autora de diversos livros, todos voltados ao desenvolvimento humano.







Nenhum comentário:

Postar um comentário