quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

POVO DO EGITO - EXEMPLO PARA O MUNDO! ESTAMOS COM VOCÊS!



Egito - o povo, de mãos dadas, canta enquanto aguarda a renúncia de Mubarack

 POVO DO EGITO - EXEMPLO PARA O MUNDO!

Por Marise Jalowitzki
01.02.2011

Emocionante o que estamos presenciando no Egito! Manifestação popular maciça, presença firme, atitude pacífica. Temos de aprender com eles!

As pessoas vão aderindo, aderindo, sem que seja preciso muito alarde. Vão todos se achegando, tomando conta das ruas. Pacificamente. Determinadamente.


O exército egípcio, nas primeiras manifestações, foi violento.
Resultaram 300 mortos e mais de 3.000 feridos!
 Nas primeiras manifestações, o exército tentou deter e dispersar os manifestantes.

Usou de violência.

O gás lacrimogênio entrava inclusive nas residências, de TANTO que foi lançado.

Foram  mais de 300 mortos e mais de 3.000 feridos!!! Muito sangue inocente novamente derramado.

O povo não confrontava a ofensiva militar. Permanecia sentado, ordeira e pacificamente.

Na segunda-feira (31.janeiro.2011) o exército tomou uma histórica decisão: anunciou que iria acabar com as represálias. Parou de atirar gás lacrimogênio, deixando claro que considerava "legítimas" as reivindicações do povo. Não recorreria mais à força contra os manifestantes.


Pegou suas bandeiras nacionais, colocou em cima dos tanques. Os soldados, solidários ao povo, foram se unir aos civis, em abraços de apreço! Cenas tocantes! Exemplo para o mundo! Nunca mais esqueceremos!

De nada adiantou cercear a mídia, interromper a internet, decretar toque de silêncio. Jovens desempregados, sem perspectiva compõem este povo. Egito é o país mais pobre do Oriente Médio. Povo pobre, ainda mais empobrecido nestas três últimas décadas.

O Povo quer mudanças, quer exercer o seu direito legítimo de escolher seus governantes! Quer renovar esperanças. Quer desenvolvimento. Quer LIBERDADE!

Mubarack não quer renunciar, apesar de um milhão de pessoas reunidas, pedirem o contrário. Neste 01.fevereiro.2011, a chamada "Marcha do Milhão" foi exitosa: reuniu meio milhão de pessoas no Cairo, 400 mil pessoas em Alexandria (norte), a segunda maior cidade do país, e pelo menos 110 mil no resto do país.


Um milhão de pessoas se reuniram no Cairo - Egito - exigindo a renúncia do ditador Mubarak.


O povo, mesmo ao cair da noite, permanece de mãos dadas, sentado na praça, cantando músicas da lendária cantora Umm Kalzum. Quadro emocionante, arrepiante!



Surgiram algumas fogueiras para enfrentar a noite fria do Cairo, capital do Egito.


As palavras de ordem que os manifestantes gritam são:
"Mubarak, você é teimoso, nós somos mais."
"Mubarak, vá embora, nós ficamos".

Nada de frases mais ofensivas. Nada de incitação à violência.
Momento sério, importante, ímpar. 


Chega de derramar sangue inocente. 300 pessoas mortas é demais para um anseio de liberdade merecido!

Egípcios, estamos com vocês!

Marise Jalowitzki
Escritora
marisej@terra.com.br
Porto Alegre - RS - Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário