quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Hosni Mubarak - É chegada a hora!

O povo do Egito quer mudanças, pede a renúncia do ditador Mubarak

Hosni Mubarak - É chegada a hora!


Por Marise Jalowitzki
02.fevereiro.2011




Há 30 anos, o quadro de Mubarak
estava nas lojas do mundo egípcio no Brasil




Há 30 anos, o quadro de Mubarak estava nas lojas do mundo egípcio no Brasil.


Era costume de todos os árabes colocar um grande quadro com a foto do governante do país a que pertenciam em suas lojas, do mesmo jeito que os de outras nações também o faziam.
 
Conheci esta foto de Hosni Mubarak naquela época.




Agora, 30 anos depois, com o peso de 3 décadas do poder, é direito inalienável do povo querer escolher seu novo governante.


Mubarak declara que não vai deixar o governo,
apesar das manifestações do povo egípcio.


Mubarak não quer sair.

Diz: "nasci no Egito e quero morrer no Egito. A História me julgará!"

Egito é o país mais pobre de todo o Oriente Médio. O povo não está satisfeito.

Quanto tempo um homem deseja continuar com o poder, ainda que a nação inteira esteja a dizer que não o quer mais? Que quer mudança? Que cansou, definitivamente, de esperar por melhorias que não vieram?

É direito do povo egípcio receber a renúncia de Mubarak.

E os cidadãos exercem este direito da maneira mais civilizada, limpa, altaneira, digna de que se tem notícia desde nem sei quando! Ocupação pacífica das praças e avenidas, posição firme e serena, mãos dadas e canções, apesar dos 300 mortos e mais de 3.000 feridos! O povo sabe o que quer, mostra que não vai arrefecer.

Que o bom senso do governante prevaleça e pare de tentar impor sua presença quando não é mais querido.

Chega de derramar sangue inocente. 300 pessoas mortas é demais para um anseio de liberdade merecido!

Egípcios, estamos com vocês!

Marise Jalowitzki
Escritora
marisej@terra.com.br
Porto Alegre - RS - Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário