sexta-feira, 24 de setembro de 2010

FALANDO O QUE SINTO! - Marina na UCB



FALANDO O QUE SINTO! - MARINA NA UCB
Marise Jalowitzki

Sobre a necessária mudança de postura dos brasileiros
Sobre o que é dever, o que é favor, o que é direito


O Horário Eleitoral Gratuito continua com o velho discurso:
"- Nós vamos fazer por você!"
"- É a candidata que a gente precisa!"
"- Ele vai continuar fazendo por nós!"
"- Ela vai olhar por nós!"
"- Deus lhe abençõe pelo que vai fazer pelos pobres!"
"-... É a nossa Mãe!"
"- Ele foi o único que lembrou da gente!"
"- Se não fosse ele, o que seria de nós?"

E por aí vai. Grandes closes de pessoas humildes chorando, embargando a voz, curvadas e agradecidas... Tenho comentado sobre essa atitude servil do povo desprovido em muitos de meus artigos e falas. Precisamos mudar isso. Você, eu, vamos começar a tratar melhor todas pessoas que nos rodeiam, para que uma onda de dignidade possa tomar conta de todos. Só assim as coisas vão começar a mudar para melhor. Atitude.

Com relação aos políticos e funcionários públicos, a coisa precisa de uma sacudida estrutural. Gente, se somos nós quem pagamos os salários e outros benefícios dos políticos e demais funcionários públicos, como manter um comportamento de quem está sendo beneficiado? É direito do cidadão receber retorno por aquilo com que ele mesmo contribui! Há uma inversão histórica nisso!

- INSS - Nas filas de INSS a grande maioria adota essa mesma postura: humildade, servilismo, como se estivessem recebendo "amostras grátis" muito especiais. Mesmo que esperem horas e horas nos bancos e corredores.

- Escola Pública - Quem põe os filhos em escola pública leva o sentimento de estar em uma instituição menos favorecida, inferior, e conforma-se: "afinal, é o que se pode fazer!"...

- Aposentadoria - Após haver contribuído por décadas, quase a vida inteira, o salário-aposentadoria vem defasado sobre o que se pagou, e ainda é chamado de "benefício"...

- Defensorias públicas com corredores enormes e cadeiras distantes do lugar de atendimento e atendentes (na maioria) mal humorados.

Há agora mesmo uma propagando chorosa, onde o homem tira o chapéu para cobrir o rosto, tão fortes saem os soluços. Mesmo o candidato declarando "O senhor não precisa chorar", é esse epidódio que é escolhido para ir ao ar!!? Musiquinhas tristes, melancólicas, de fundo, completam o conhecido quadro para emocionar ingênuos. Para tentar perpetuar o papel de benemérito, de beneficência. Direito é Direito, não favor!

Tenho de sorrir da audácia de alguns candidatos que afirmam a sua prioridade ser o "humano". E, se não fosse, seria o que??

Aí, que bem que faz ouvir uma fala que condiz com o que pensamos e sentimos! Assim, esse artigo não será apenas de cunho denunciativo, educativo, será, também, de concordância com Marina. Marina é uma candidata que se dispõe a mostrar aos que ainda não sabem, quais são os seus direitos. E ensinar que, para usufrui-los, a atitude coerente é a da dignidade.

Na noite desta quinta-feira (23.09), em debate realizado na Universidade Católica de Brasília, Marina Silva declara:

"É possível fazer políticas públicas cidadãs, em que as pessoas recebam os serviços, as prioridades, como um direito, e não como se fosse um favor”, sendo muito aplaudida pelos presentes ao debate. Marina disse que, em seu governo, não fará “alianças pragmáticas”, mas sim “alianças programáticas com os núcleos vivos da sociedade”.

“O meu compromisso, é que não haverá um Estado provedor, que faz as coisas para as pessoas, e nem apenas um Estado fiscalizador, que pensa que basta fiscalizar. Será um Estado mobilizador, do melhor de si e do melhor da sociedade”, disse.

MARINA É A VOZ QUE MUDA!
“É fundamental”, disse a candidata em suas considerações finais, “que tenhamos um segundo turno, para pensar duas vezes e ouvir duas vezes o Brasil que nós queremos”.

Leia o artigo na íntegra:
http://www.minhamarina.org.br/blog/2010/09/servicos-do-estado-sao-um-direito-do-cidadao-nao-um-favor-afirma-marina-em-debate-da-cnbb/

____________________________________________________
MARISE JALOWITZKI é escritora, consultora organizacional e palestrante internacional, certificada pela IFTDO-USA, pós-graduação em RH pela FGV-RJ, autora de vários livros organizacionais.
marisej@terra.com.br
http://www.compromissoconsciente.blogspot.com/
http://www.marisejalowitzki.blogspot.com/
Porto Alegre - RS - Brasil
___________________________________________________

Pesquisas full-time: GOOGLE, TERRA, UOL
___________________________________________________

2 comentários:

  1. Concordo com tudo aí!! Com exceções claro, o Povo não sabe do poder que tem, do direito que tem, da força que tem!! E por isso chegamos onde chegamos...com ordem alguma, pouco progresso e muita muita muita corrupção!! E num momento grandioso e importantíssimo para NÓS MESMO, vemos no geral o povo fazendo PIADAS... aliás falando em piadas, o PROGRAMA ELEITORAL ESTÁ UMA PIADA!! Tem que haver restrições e condições mais firmes para que alguém se candidate a um cargo público...o mínimo de conhecimento da "Máquina Pública", qual o papel a desempenhar, e estar MUITO CIENTE que os políticos estão 'A SERVIÇO DE QUEM OS ELEGEU!! Em contra partida, o povo deve saber que TERÁ O GOVERNO QUE ELE MESMO COLOCOU NO PODER...SEM RECLAMAR DEPOIS !! REAVIVE A MEMÓRIA...PESQUISE, DEBATE,CONVERSE,INVESTIGUE...E por tudo isso, EU MARINEI...E MARINEI COM GOSTO, pelo que li, pelo que vi, pelo que tenho ouvido, pelo que sei e espero da MARINA SILVA!! Uma mulher guerreira, forte, de caráter, e que saberá se Deus quiser, montar uma equipe dinamica e de boa índole para ajudá-la a destronar essa "GANG" que se instalou despudorada e espaçosamente por todo o país, rindo de nós na confiança da impunidade!! Mas teremos BRAÇO FORTE E BRADO RETUMBANTE para escorraça-los do trono e a nossa Nação continuará sendo o florão da América, iluminada pelo SOL DE UM NOVO MUNDO !! BRASILLLLL... MOSTRA A TUA CARA !!

    ResponderExcluir
  2. Querida Letícia!
    Fui lendo teu comentário, frase após frase, fui me emocionando! Quanta verdade!
    Está em nossas mãos!
    Está em nossas mãos!

    Sigamos fazendo a nossa parte!

    Abraços afetuosos!

    ResponderExcluir